Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Emmy Awards

De narradores a dublês, conheça as categorias mais inusitadas do Oscar da TV

Divulgação/HBO

Kit Harington em Game of Thrones; dublês ajudaram criar uma das maiores batalhas da série  - Divulgação/HBO

Kit Harington em Game of Thrones; dublês ajudaram criar uma das maiores batalhas da série

JOÃO DA PAZ

Publicado em 10/9/2016 - 6h17

Maior premiação da TV norte-americana, o Emmy tem um lado alternativo que acaba sempre ofuscado pelos atores e personalidades de renome que participam da cerimônia. Daqui a uma semana, serão entregues as principais estatuetas, mas o Oscar da TV começa de fato neste sábado (10), com o chamado Creative Arts, prêmio dedicado a categorias técnicas, como figurino e edição de som, equipe de dublês e até narradores. No evento, serão conhecidos os vencedores de 86 das 113 categorias do Emmy.

Confira cinco categorias inusitadas do Creative Arts Emmy Awards de 2016, que será realizado no Microsoft Theater, em Los Angeles:

reprodução/hbo

Cantor é carregado na abertura de Vinyl; série cancelada da HBO pode ganhar um Emmy

Vinheta de abertura

Indicados: Jessica Jones, Narcos, The Man In the High Castle, The Night Manager, Vinyl

Apesar de ter sido um fracasso de US$ 100 milhões e cancelada após a primeira temporada, Vinyl cravou duas indicações no Emmy de 2016: uma em maquiagem e outra em vinheta de abertura. O drama da HBO é um dos favoritos nessa categoria por trazer uma atmosfera de clipe de rock clássico, ao som de Sugar Daddy, do cantor Sturgill Simpson. Outra forte concorrente é a abertura de Jessica Jones, com visual típico de uma história em quadrinhos, reforçando o ambiente sombrio e misterioso do bairro de Hell's Kitchen, onde a série da Netflix é ambientada.

divulgação/oscar

O comediante Chris Rock como anfitrião de uma das cerimônias mais polêmicas do Oscar  

Classe Especial

Indicados: Grease: Live, Oscar, Globo de Ouro, Tony Awards, show do intervalo do Super Bowl

O Oscar pode ganhar um Emmy. A união da maior premiação do cinema com a da TV é possível na categoria "programa de classe especial". Entregue desde 2000, o prêmio é uma disputa entre eventos exibidos ou produzidos pelas redes dos Estados Unidos. O Oscar concorre pela premiação polêmica deste ano, sem atores negros entre os indicados e apresentada pelo comediante Chris Rock, e busca a estatueta inédita _já perdeu três vezes. O maior vencedor da categoria é o Tony Awards (que celebra os melhores do teatro norte-americano): sete prêmios nos últimos dez anos.

reprodução/youtube

O ator William Dafoe interpreta Marilyn Monroe com fome em comercial de chocalate

Comercial

Indicados: Gatorade, Ad Council, Snickers, Honda, Google

Nos Estados Unidos, intervalos comerciais são tão populares e comentados quanto programas de TV. Neste ano, a emoção é o carro-chefe, tema de três dos cinco indicados. A Gatorade fez uma homenagem ao jogador de futebol americano Peyton Manning, ídolo nos EUA e recém-aposentado; o Ad Council promoveu a tolerância ao dizer que o amor não tem gênero, raça ou religião; e o Google fez uma retrospectiva dos assuntos mais pesquisados do ano de 2015. Já o comercial mais engraçado entre os cinco é o do chocolate Snickers, que trouxe o ator William Dafoe no papel da Marilyn Monroe com fome. A Honda usou a criatividade em uma peça de dois minutos, toda feita quadro a quadro.

reprodução/netflix

Briga em prisão envolveu Jon Bernthal (à esq.) e dublês na 2ª temporada de Demolidor 

Dublês

Indicados (séries de comédia): Angie Tribeca, Brooklyn 9-9, K.C. Undercover, Saturday Night Live, Shameless

Indicados (séries dramáticas): Game of Thrones, Gotham, Demolidor, Rush Hour, The Blacklist

Essa é outra categoria que conta com uma série cancelada na disputa. Rush Hour, remake da franquia do cinema A Hora do Rush, não igualou o sucesso dos filmes, mas emplacou a equipe de dublês no Emmy. Ainda assim, não deve ser páreo para os times de Game of Thrones e Demolidor, os favoritos na disputa. Entre as séries de comédia, Brooklyn 9-9 e K.C. Undercover se favorecem por serem atrações propícias a dublês: uma se passa em uma delegacia de polícia e a outra conta a história de uma adolescente que sonha em ser uma agente secreta.

divulgação/Montagem/THE CW

Gina Rodriguez na comédia Jane The Virgin, com o narrador Anthony Mendez em destaque

Narrador

Indicados: Adrien Brody (Breakthrough), Keith David (Jackie Robinson), Anthony Mendez (Jane The Virgin), David Attenborough (Life Story), Laurence Fishburne (Roots)

A categoria narrador é uma das mais novas do Emmy, presente desde 2014. O único que repetiu nomeações foi Anthony Mendez, de Jane The Virgin. A voz dele, que conta de forma hilária e criativa a rotina da professora e mãe de primeira viagem Jane Villanueva (Gina Rodriguez), é muito querida pelos fãs da série e elogiada pelos críticos. Mendez é um forte candidato a levar o prêmio, na disputa com o ator Laurence Fishburne, narrador da minissérie Roots, remake da atração homônima de 1977, e com Keith David, narrador do documentário Jackie Robinson, sobre o lendário jogador de beisebol.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?