DA NONA TEMPORADA

Comédia The Office edita episódio e corta cena de ator com blackface

Reprodução/NBC

Em The Office, Mark Proksch veste uma roupa colorida e enquanto mexe em um celular e aparece com o rosto pintado de preto

O ator Mark Proksch fez blackface vestido de Pedro Preto em episódio de Natal de The Office; cena foi cortada

JOÃO DA PAZ - Publicado em 26/06/2020, às 17h26

O nono episódio da nona temporada de The Office (2005-2013) foi editado para retirar uma cena na qual houve o uso de blackface. A decisão foi tomada pelo criador da comédia, Greg Daniels, seguindo o caminho de outras atrações da TV, como 30 Rock (2006-2013) e Scrubs (2001-2010), excluindo momentos nos quais essa prática racista foi adotada.

"Cortamos uma cena em que um ator [Mark Proksch] usou blackface para criticar uma específica prática racista europeia", explicou Daniels em nota enviada à imprensa. "Blackface é inaceitável e fazer o que fizemos é nocivo e errado. Eu peço desculpas pela dor que eu causei."

Daniels citou os poucos segundos da aparição de Proksch, que vivia Nate, funcionário do depósito da empresa Dunder Mifflin, com o rosto pintado de tinta preta e vestido como Pedro Preto, representando um escravo. Essa figura faz parte de tradições natalinas na Alemanha e Holanda, que Dwight queria implementar na festinha de fim de ano escritório. Dwigth (Rainn Wilson) estava fantasiado de Belsnickel, figura do folclore alemão.

Quando o pessoal da empresa descobriu o significado dessa tradição, Stanley (Leslie David Baker), único vendedor negro da Dunder, confrontou Dwight e rejeitou a ideia. Ele, então, mandou um torpedo (mensagem de texto) para Nate voltar atrás --estava próximo de entrar no escritório fantasiado de roupa colorida e com blackface.

Nos Estados Unidos, a versão editada será inserida na Netflix, plataforma onde atualmente está disponível --depois irá para o Peacock, o streaming da NBCUniversal. A ação se espalhará para a TV americana e streamings internacionais. No Brasil, The Office está disponível no Prime Vídeo e no Globoplay.

O alerta sobre a blackface no entretenimento está a todo vapor na carona da onda histórica de protestos raciais que tomam conta dos EUA há um mês, motivados após a morte do segurança negro George Floyd por um policial branco. Manifestantes pedem mais representatividade racial e respeito. Comediantes como Jimmy Fallon e Jimmy Kimmel pediram desculpas por terem usado blackface no passado.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook