KALLY'S MASHUP

Com Beethoven e Mozart na trilha, série de produtor de Glee vira hit entre jovens

Fotos: Divulgação/Nickelodeon

Maia Reficco é a protagonista de Kally's Mashup, fenômeno teen do canal Nickelodeon - Fotos: Divulgação/Nickelodeon

Maia Reficco é a protagonista de Kally's Mashup, fenômeno teen do canal Nickelodeon

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 08/11/2018, às 04h58

Uma série que apresenta a obra de expoentes da música clássica, como os compositores Ludwig van Beethoven e Wolfgang Amadeus Mozart, não parece ser a melhor pedida para o público jovem. Mas essa mistura inusitada funcionou com Kally's Mashup, produção do braço latino-americano da Nickelodeon que tem em sua equipe de criação o compositor sueco Adam Anders, ex-produtor musical da série Glee (2009-2015).

Atualmente em sua segunda temporada, a atração conta a história de Kally Ponce (Maia Reficco), jovem pianista que começa a estudar em um dos conservatórios de música clássica mais conceituados do mundo. Mas ela também sonha em se tornar uma grande estrela pop e passa a lançar canções que misturam os dois gêneros.

Maia Reficco (Kally) e Alex Hoyer (Dante) são o par romântico pelo qual o público da série mais torce

O repertório pop, com músicas que poderiam estar em shows de cantoras como Selena Gomez ou Ariana Grande, ganha uma nova pegada ao ser aliado à Quinta Sinfonia de Beethoven e à 40ª de Mozart (que, inclusive, embala a abertura da série).

Esse contato com a música clássica, pouco comum para a faixa etária do público-alvo da série, surpreendeu até mesmo parte de seu elenco. Caso de Alex Hoyer, que interpreta Dante Barkin, par romântico em potencial de Kally.

"Honestamente? Eu sabia que Beethoven existia, que era uma pessoa real, mas não conhecia suas composições. Antes, se você me falasse sobre uma sinfonia ou outra, eu não saberia dizer quais são. Kally's Mashup está ensinando isso não só para o público, mas para o elenco também", valoriza o ator e cantor.

Pianista desde os 5 anos, mas ouvinte de música clássica desde que nasceu, a protagonista Maia Reficco tinha muito mais conhecimento sobre o gênero do que seu colega, mas afirma que aprende com a série mesmo assim. "Nas aulas do conservatório, os professores da série ensinam fatos reais sobre os compositores, coisas que são interessantes e que todo mundo deveria saber", conta ela.

Lalo Brito, que interpreta o músico Andy, começou a carreira em um reality show tipo Popstars

Vida de gente grande
Apesar de jovem, na casa dos 18 anos, o elenco de Kally's Mashup tem rotina de adulto para colocar a série no ar. É que, além da grande quantidade de episódios (a primeira temporada teve 75 capítulos), os atores precisam gravar as músicas da trilha, ensaiar as coreografias e ainda viajar para fazer shows _na quarta (7), por exemplo, se apresentaram em São Paulo no Meus Prêmios Nick.

"É uma correria, a rotina é bem intensa. Mas tivemos um pouco de sorte porque gravamos todas as músicas antes de começar a série. Isso ajudou a nossa saúde mental", confessa Maia, aos risos.

Segundo os atores, todo o esforço é recompensado pelo carinho dos fãs. "O retorno que temos é uma coisa linda. Ainda acho inacreditável que o nosso trabalho sequer seja exibido no Brasil, quanto mais que ele seja tão visto e que o público nos reconheça", celebra Lalo Brito, que vive o aprendiz de maestro Andy Guiderman.

Como a série é exibida em toda a América Latina, os atores ainda se chocam pelo fato de que não são mais ilustres desconhecidos _boa parte atua pela primeira vez, e eles foram descobertos pela equipe da série por causa de vídeos que postaram nas redes sociais cantando e tocando instrumentos musicais.

"Confesso que [ser reconhecida] me assustou um pouco. Minha mãe é instrutora vocal, e eu sempre estive cercada de gente bem-sucedida. Mas eu gostava de sair apenas de pijama para pegar comida (risos). Agora não posso mais", brinca Maia.

No Brasil, a segunda temporada de Kally's Mashup é exibida de segunda a sexta, às 19h, com reprise de cada capítulo às 9h do dia seguinte.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que você espera de O Sétimo Guardião?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook