NOVA CHANCE

Cancelada pela Fox, série Lucifer ganha quarta temporada na Netflix

Divulgação/Fox

O ator Tom Ellis em cena da terceira temporada da série Lucifer, ressuscitada pela Netflix - Divulgação/Fox

O ator Tom Ellis em cena da terceira temporada da série Lucifer, ressuscitada pela Netflix

REDAÇÃO - Publicado em 15/06/2018, às 17h37

Cancelada pela Fox em maio deste ano, depois de três temporadas, a série Lucifer foi ressuscitada pela Netflix, que produzirá a quarta temporada da atração. O drama narra as aventuras do Diabo (vivido por Tom Ellis) na cidade de Los Angeles. A nova fase da trama foi anunciada nesta sexta (15) e contará com 10 episódios. "Se preparem para mais 'diabruras'", escreveu o showrunner da série, Joe Henderson, em seu perfil no Twitter.

O resgate realizado pela plataforma surpreendeu até os especialistas em TV nos Estados Unidos, já que os direitos de streaming das três primeiras temporadas no país pertencem à concorrente Hulu. Já a terceira rival, Amazon, transmite a série em países como Reino Unido e Alemanha.

A Netflix volta a ressuscitar uma série após três anos e meio. A última vez que a plataforma de streaming tinha feito isso foi no final de 2014, quando pegou Longmire (2012-2017), que era do canal A&E, e fez mais três temporadas do faroeste.

Exibida nos Estados Unidos na rede Fox, Lucifer estava com a corda no pescoço antes mesmo do final da terceira temporada, devido ao desempenho fraco em audiência (média de 3,3 milhões de telespectadores por episódio). O cancelamento veio antes do episódio derradeiro e gerou revolta nos fãs, que promoveram uma campanha para alguma rede de TV, canal ou serviço de streaming salvar o drama.

Ao saber do cancelamento, Henderson desbafou no Twitter. "Dói pra cara***", escreveu. "Nós criamos um final de temporada com um importante gancho. Não havia motivo para a Fox ter nos tirado do ar", completou.

Nesta sexta, com o anúncio de que a série seria ressuscitada, os atores da série foram às redes sociais para agradecer: "Vocês [os fãs] fizeram isso acontecer", escreveu Tom Ellis, no Twitter. Sua colega Aimee Garcia postou em letras garrafais: "NUNCA DESISTAM". E Lesley-Ann Brandt brincou ao destacar que os fãs "lutaram como um demônio" pela volta da série.

Bastante popular no Brasil, onde é exibido pelo canal Universal, a trama acompanha as aventuras na Terra de Lucifer Morningstar, o Diabo. Cansado de viver infeliz no Inferno, ele abandona as trevas e acha um lar em Los Angeles. Na cidade dos anjos, ele usa seu poder de convencimento para ajudar a detetive Chloe Decker (Lauren German) a resolver casos.

Retorno das trevas
Lucifer é a segunda série da rede Fox, cancelada neste semestre, a ganhar uma sobrevida. O mesmo aconteceu com Brooklyn Nine-Nine. Assim como a série do Diabo galã, a comédia teve uma péssima audiência na atual temporada, a quinta, e foi descontinuada.

O resgate da vencedora do Globo de Ouro de 2014 foi mais rápido. No dia seguinte após o anúncio do fim, a série foi ressuscitada pela rival NBC. A decisão veio também porque os fãs fizeram campanha contra o término da comédia e o burburinho criado chamou a atenção.

Nesse caso, colaborou o fato de que Brooklyn Nine-Nine é produzida pelo estúdio Universal Television, empresa irmã da NBC, ambas partes do conglomerado NBCUniversal. Já com Lucifer a história se arrastou porque a Hulu, concorrente da Netflix, era a dona dos direitos de streaming. A volta de Lucifer vem um mês e quatro dias após seu cancelamento.

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook