Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

(Des)Encontros

Canal Sony se aproxima do universo de Shonda Rhimes em comédia nacional

Divulgação/Canal Sony

Os atores Rainer Cadete e Gil Coelho vivem um casal gay em conflito na série (Des)Encontros - Divulgação/Canal Sony

Os atores Rainer Cadete e Gil Coelho vivem um casal gay em conflito na série (Des)Encontros

FERNANDA LOPES

Publicado em 22/7/2018 - 7h23

O Canal Sony estreia nesta segunda-feira (23) a nova temporada de (Des)Encontros, série que tem o objetivo de ser uma versão nacional mais leve do estilo Shonda Rhimes de entretenimento. Cada episódio da comédia romântica contará a história de um casal, com diversidade nos personagens, no elenco e nos tipos de casos de amor retratados.

Chamado de "o canal da Shonda no Brasil", o Sony tem em sua programação séries de sucesso da showrunner norte-americana Shonda Rhimes, chamada de rainha do drama por produzir tramas como Grey's Anatomy e How to Get Away With Murder.

O estilo da produtora se caracteriza pela diversidade do elenco, com a mistura de atores de diversas etnias e romance entre eles. Em Grey's, por exemplo, uma asiática (Cristina Yang, intepretada por Sandra Oh) ficou noiva de um negro (Preston Burke, vivido por Isaiah Washington). 

Shonda também faz questão de colocar mulheres em cargos de chefia, como é o caso de Miranda Bailey (Chandra Wilson) no drama hospitalar. Além disso, ela sempre coloca atrizes como protagonistas, como em How to Get Away with Murder (Viola Davis) e Scandal (Kerry Washington). 

(Des)Encontros volta ao Sony após um hiato de quatro anos desde a primeira temporada, com mais episódios (oito), mais personagens (19, espalhados entre todas as tramas) e um formato que busca criar uma identificação maior com o telespectador fã de Shonda.

"O ambiente das séries da Shonda tem isso, elencos grandes e diversidade. A gente enxergou nesse formato uma possibilidade de ter uma série brasileira com esse movimento. Achamos que é o que o público gosta e quer ver, que vai entender. Se os telespectadores vêm ao canal para ver Grey's, vão ficar pra ver (Des)Encontros", aposta Bárbara Teixeira, diretora de programação original da Sony no Brasil. 

A diferença fundamental entre a série nacional e as norte-americanas, no entanto, é que (Des)Encontros vai na contramão das produções de maior sucesso atualmente: ela foge do drama e aposta na comédia romântica.

Cada um dos episódios mostra a trajetória de um casal, seja no começo ou no final de uma história de amor. Entre os casos, o primeiro tem temática de futebol: uma jornalista esportiva termina com um homem que não lhe dá valor e se encanta por um charmoso rapaz que conhece no aeroporto. O episódio tem participações especiais dos ex-jogadores Caio Ribeiro e Vampeta, ambos como eles mesmos.

Há ainda histórias mais intensas, como a de um casal gay em que os dois homens precisam lidar com desafios do relacionamento, e a trama de um casal que sente que o fim do romance se aproxima e reflete se terminar tudo é a melhor decisão.

Com atores como os ex-globais Rainer Cadete, Pathy De Jesus, Julianne Trevisol e Gabriel Godoy, além da estrela de musicais Myra Ruiz, a intenção do canal é apresentar conteúdo que provoque identificação no público.

"As histórias parecem muito reais, contemporâneas, relevantes. A gente brinca um pouco com a fantasia também, a expectativa que as pessoas têm quando conhecem alguém. É engraçado porque a gente tem a sensação de que os roteiristas se inspiraram até na gente [para inventar as tramas], realmente são histórias com que as pessoas se identificam", diz a diretora.

Além do telespectador brasileiro, o canal acredita que a série pode impactar também o público internacional. Um dos episódios foi todo gravado em Buenos Aires, capital da Argentina. A ideia é ter um elemento latino-americano, já que a série será exportada para os países vizinhos, e encaixar (Des)Encontros em um padrão internacional de conteúdo.

"Quando a gente pensa em produzir qualquer coisa local, nosso foco é fazer programas que conversem com os conteúdos internacionais. A gente entende que a força e a potência do canal vêm disso. Nossa aposta em conteúdo é sempre no sentido de trazer uma variedade maior de obras de entretenimento", conclui Bárbara.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?