Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

LA REINA DEL FLOW

'Avenida Brasil da Netflix' destrói final feliz e transforma vilão em mocinho

REPRODUÇÃO/CARACOL

Imagem de discussão entre os personagens Charly e Yeimy na novela La Reina del Flow

Charly (Carlos Torres) confronta Yeimy (Carolina Ramírez) na segunda temporada de La Reina del Flow

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 17/11/2021 - 6h15

Vencedora do Emmy Internacional de melhor novela em 2019, a segunda temporada de La Reina del Flow estreia nesta quarta-feira (17) na Netflix. Nos novos episódios, a "versão colombiana" de Avenida Brasil (2012) destrói o final feliz de Yeimy (Carolina Ramírez), tira o astro de reggaeton Charly Flow (Carlos Torres) da cadeia e transforma o vilão no novo mocinho do folhetim.

Assim como a trama de João Emanuel Carneiro, a aposta da gigante do streaming bebe no clássico O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas (1802-1870). Na primeira temporada, que contou com 82 capítulos, o público acompanhou a vingança de Yeimy, que ficou presa nos Estados Unidos durante 17 anos, longe do ex-amado Charly e do filho Erick (Juan Manuel Restrepo).

Após destruir a carreira de Charly e colocá-lo atrás das grades, a produtora conseguiu seu final feliz ao lado do filho e do marido Juancho (Andrés Sandoval), seu melhor amigo de infância. Porém, na nova temporada, a protagonista começa a ser ameaçada de maneira anônima e acredita que o autor dos ataques é o artista.

Na prisão, Charly jura ser inocente para Yeimy. Quando deixa o presídio, o cantor descobre que alguém quer destruir a vida da produtora musical, a quem ainda ama. Ameaçado por este personagem misterioso, o ex-presidiário é obrigado a virar um capanga do novo vilão da novela.

Enquanto isso, os sentimentos de amor e ódio que Yeimy nutre por Charly fazem com que a rainha do flow desenvolva uma obsessão pelo astro do reggaeton, o que coloca seu casamento com Juancho em crise. Estes conflitos são desenvolvidos nos 90 novos capítulos do folhetim, exibidos originalmente na TV colombiana entre abril e setembro.

A trama fez sucesso na América Latina e ganhou um remake no México, batizado como La Reina Soy Yo (2019). Após a exibição original, em 2018, a história foi renovada para uma segunda temporada, que demorou três anos para sair do papel por causa da pandemia da Covid-19.

"É uma história que não foi concluída em sua primeira temporada; aliás, todos estavam esperando por ela há muito tempo. Desta vez, a novela vem carregada de mais música e com uma trama na qual a vida de Yeimy e dos outros personagens tende a se entrelaçar", adiantou Carolina em entrevista a Caracol, emissora colombiana responsável pela exibição da novela.

Confira o trailer da nova temporada de La Reina del Flow, em espanhol:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.