Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

VANESSA FERLITO

Atriz é rejeitada por fãs de NCIS ao interpretar lésbica: 'Recebi tanto ódio'

Fotos: Divulgação/CBS

Vanessa Ferlito tem expressão séria em cena da série NCIS: New Orleans

A atriz Vanessa Ferlito em cena como a agente Tammy Gregorio de NCIS: New Orleans

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 15/9/2020 - 7h15

Conhecida dos fãs de séries policiais por sua atuação em CSI: NY (2004-2013), a atriz Vanessa Ferlito chocou ao estrear na terceira temporada de NCIS: New Orleans como a agente lésbica Tammy Gregorio, a primeira homossexual da franquia. A personagem foi rejeitada pelo público conservador e mais velho da rede CBS, e a intérprete foi atacada. "Eu nem sou lésbica de verdade e recebi tanto ódio!", desabafa a artista de 39 anos.

Vanessa não tem perfil em nenhuma rede social, então não chegou a ter acesso direto às mensagens de ódio. "Mas meus colegas de elenco me contavam, diziam que tinha muita negatividade. O público não ficou contente, a verdade é essa. Não a aceitaram como lésbica. E isso é ficção, nem consigo imaginar como é na vida real. Fico até emocionada de pensar", conta ela em entrevista ao Notícias da TV.

Nascida e criada no Brooklyn, em Nova York, a atriz conta que nunca tinha percebido o preconceito que as pessoas da comunidade LGBTQ+ sofrem. "[Nova York] É um lugar em que tantas culturas se misturam, todo mundo é aceito. Tenho vários amigos gays e nunca tinha pensado neles dessa maneira. Mas agora vejo que em outros lugares não é assim. O que há de errado com as pessoas? Por que elas se importam tanto com quem os outros amam? Isso me frustra", reclama a atriz.

Para gravar o segundo filhote da franquia NCIS, Vanessa teve de se mudar para o Estado da Louisiana. No novo lar, ela sentiu rapidamente o choque de cultura. "Como eu sou mãe solo e interpreto uma lésbica na TV, algumas mães da escola do meu filho me olharam torto, começaram a questionar sobre a minha vida... É inaceitável que em 2020 isso ainda seja uma questão. Meu respeito pela comunidade só cresce, são pessoas que lutam diariamente e são tão fortes!", elogia.

Rejeitada por sua orientação sexual, personagem agora é aceita por fâs: "Não é um monstro"

A equipe da série se prepara para voltar às gravações ainda neste mês, com a sétima temporada --a sexta foi interrompida em março por causa do novo coronavírus. Depois de quatro anos, a situação de Vanessa com os fãs é outra. "Agora, os fãs amam a Gregorio. E a amam pelo que ela é. Foi uma longa caminhada, mas ela foi aceita finalmente. E esse processo todo abriu meus olhos, com certeza."

"No fim das contas, a Gregorio sangra vermelho como todo mundo, e ama igual a todo mundo. Ela tem sonhos, é leal. As pessoas não a aceitaram no início, disseram coisas horríveis. E agora todos a amam, então talvez precisassem ver que ela é um ser humano, e não um monstro", se emociona Vanessa. 

"Tem um episódio que ela cita que alguns familiares não sabem sobre a orientação dela. Imagina, uma mulher de 30 e tantos anos que não se assumiu para a família! Por medo! Eu espero mesmo que as pessoas abram a cabeça e aceitem seus filhos. Meu filho é heterossexual, mas eu o aceitaria de todo jeito. 'Ame quem você quiser, só fique longe de problemas e não use drogas' (risos)", continua a intérprete.

No Brasil, os episódios inéditos de NCIS: New Orleans são exibidos toda sexta-feira, às 22h, no canal pago A&E. O último capítulo da sexta temporada será exibido em 13 de novembro. A atração policial é uma daquelas que não está disponível em nenhum serviço de streaming e só pode ser vista na TV paga.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?