Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MARINA SQUERCIATI

Atriz de Chicago P.D. dividiu porão com dois amigos no início da série

Divulgação/Universal TV

Marina Squerciati tem olhar distante sentada em uma lanchonete em cena de Chicago P.D.

Marina Squerciati em cena de Chicago P.D. como Burgess: atriz tinha dúvidas sobre sucesso da série

LUCIANO GUARALDO e KELLY MIYASHIRO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 21/12/2021 - 6h25

Uma das séries de maior audiência na TV norte-americana e na TV paga brasileira, Chicago P.D. não era uma certeza tão absoluta na época de seu lançamento, em 2014. Adiado para a mid season, período em que as principais redes recorrem a tapa-buracos para substituir as atrações fracassadas, o drama policial gerava dúvidas até em Marina Squerciati, uma de suas estrelas.

A atriz, intérprete de Kim Burgess, estava tão incerta sobre o futuro de P.D. que se recusou a abrir mão da vida que levava em Nova York e se mudar de vez para Chicago, onde a franquia é gravada. Para não assumir um compromisso longo de aluguel, ela decidiu dividir um apartamento no porão de um edifício com mais dois amigos.

"Eu tinha um emprego como assistente de advogado em Nova York, e mantive meu trabalho durante as gravações da primeira temporada, só pedi uma licença (risos)", lembra ela em entrevista exclusiva ao Notícias da TV. "Como Chicago P.D. era uma estreia da mid season, gravamos os 15 episódios, e depois voltei para meu emprego normal."

A jornada dupla só chegou ao fim quando a rede NBC confirmou que o drama policial teria uma segunda temporada. "Minha chefe [no escritório de advocacia], Carol Mozart, me chamou e disse: 'Marina, você precisa pedir demissão! Você é uma estrela da TV agora!' (risos). E eu dizia: 'Mas eu tenho medo!'", se diverte.

O temor era justificado: apesar de ter concluído a faculdade de Teatro em 2003, Marina ainda acumulava papéis de pouca expressão no currículo quando passou no teste para viver Burgess em Chicago P.D. --um de seus trabalhos mais duradouros tinha sido um arco de seis episódios em Gossip Girl (2007-2012).

"A vida de um ator é cheia de altos e baixos, é um banquete ou a fome. Às vezes você tem dinheiro, às vezes não", resume a artista, que agora vive o extremo positivo da profissão e interpreta a mesma personagem há nove temporadas. "Ter um emprego fixo é uma bênção, e eu fico tão empolgada de poder trabalhar como atriz todos os dias agora."

Ao mesmo tempo, viver Burgess há tanto tempo traz um problema de renovação: como não cair no automático e se desafiar na série? "Eu trabalho demais (risos). Sempre procuro novos jeitos de fazer algo: 'Já fiz isso? Tem algo físico que eu possa fazer de maneira diferente?'. Eu sou uma atriz que usa muito o corpo, então tento pensar em um movimento que nunca fiz e que seria interessante. São coisas pequenas que mantêm o frescor."

Na nona temporada de Chicago P.D., que estreia no Universal TV em 10 de janeiro, às 23h, a personagem terá de encarar a maternidade: Burgess adotou Makayla (Ramona Edith Williams) depois que o pai dela foi condenado à prisão perpétua por ter assassinado a mãe, a avó e o tio da garota.

"Eu acho ótimo que a minha história atual é tão única, as ideias são completamente novas, e nada é reciclado. O que é incrivelmente difícil para os roteiristas depois de tanto tempo, eles realmente fazem um trabalho incrível", elogia Marina.


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Web Stories

+
A Favorita: Veja 7 atores da novela que sumiram da GloboPão Pão, Beijo Beijo chega no Viva 39 anos depois: Quais atores já morreram?Resumo de Pantanal: Madeleine sofre tragédia, e Bruaca se choca com podridão do maridoGkay já fez harmonização facial? Veja antes e depois da influenciadoraNovela Pantanal: Descubra quem é Guito, o ator que interpreta Tibério na trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas