Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Atenção, spoilers!

Beijo 'gay', mortes e impeachment marcam nova House of Cards

Reprodução/Netflix

Nathan Darrow e Kevin Spacey se beijam em cena do 11° episódio da segunda temporada de House of Cards - Reprodução/Netflix

Nathan Darrow e Kevin Spacey se beijam em cena do 11° episódio da segunda temporada de House of Cards

JOÃO DA PAZ

Publicado em 15/2/2014 - 0h05
Atualizado em 15/2/2014 - 10h05

RESUMO: Em cena surpreendente, personagem de Kevin Spacey, vice-presidente dos Estados Unidos, beija um segurança na frente da mulher, Claire. Na nova temporada da festejada série da Netflix, Frank Underwood continua corrompendo e volta a matar (a repórter Zoe Barnes). No final, assume a Presidência dos EUA, após renúncia do titular

Enfim, na segunda temporada de House of Cards, Frank Underwood (Kevin Spacey) chega onde queria. Com outro assassinato, corrupção e o mais sujo jogo político, Underwood assume a Presidência dos Estados Unidos nos minutos finais do 13° episódio, após o presidente Garrett Walker (Michel Gill) renunciar ao cargo, com receio de um impeachment, já que seu governo tem aprovação de apenas 8% dos norte-americanos.

Uma série de ataques de adversários agrava a crise na gestão do país e mancham a imagem do presidente Walker. O vice-presidente Underwood se aproveita da má avaliação do governo para assumir o posto de comandante-geral dos EUA. Apesar das sujeiras aumentarem, a população não sabe dos podres de Underwood, porque ele consegue controlar a imprensa.

Antes disso, a primeira medida do ainda vice-presidente é drástica: ele mata a repórter Zoe Barnes (Kate Mara) logo no primeiro episódio da temporada. Ambos não têm mais relações, e Zoe, pela aproximação que tinha com o então deputado federal na primeira temporada, sabe de coisas bastante particulares relacionadas a Underwood. Eles se encontraram numa estação de metrô, e Zoe insinua que Underwood está envolvido na morte de Peter Russo (Corey Stoll), tida como um suicídio (Underwood forjou o suicídio, mas na verdade matou Russo ao deixar ligado o carro em que ambos estavam numa garagem fechada).

Assim que Zoe termina de falar, ele a joga nos trilhos e um trem atropela a repórter. Underwood, então, manipula pistas para indiciar o colega de Zoe, o também jornalista Lucas Goodwin (Sebastian Arcelus), como o assassino da repórter. A armadilha é bem tramada, e o repórter vai ter de se defender em júri.

Nova parceira, nova inimiga

[IOERROR:http://img2.timeinc.net/ew/i/2014/02/12/Molly-Parker.jpg]

Uma personagem importante entra em cena na segunda temporada de House of Cards: a deputada federal e ex-veterana de serviço militar Jackie Sharp (Molly Parker, foto acima). Ela é escolhida por Underwood para o substituir na Câmara dos Deputados. Assim, ele tem a oportunidade de aumentar sua influência no governo, estendendo sua ação além da Vice-Presidência.

Jackie passa a ter atitudes políticas iguais às de Underwood, só que, diferentemente do seu padrinho, sente remorso dessas ações. A deputada passa a se envolver com o lobista Remy Danton (Mahershala Ali), o que é perigoso para Underwood, pois ela conta ao amante alguns detalhes sujos do vice-presidente e da sua mulher, Claire (Robin Wright). Remy Danton repassa as informações para a imprensa, e um tablóide publica a notícia de que Claire tem um caso com o fotógrafo Adam Galloway (Ben Daniels).

No 10° episódio, Underwood tem uma conversa particular com Jackie, pois ela não apoia um projeto de Claire que muda as regras de punição contra ataques sexuais feitos por militares. Jackie se mostra irredutível até que o vice-presidente diz que sabe tudo sobre o caso que tem com o lobista Danton. A deputada, então, recua.

Mulher igual ao marido

[IOERROR:http://media.heavy.com/media/2014/02/Screen-Shot-2014-02-14-at-6.27.32-AM.png]

Claire e Frank Underwood formam um casal não convencional, mas dá certo devido ao pensamento de ambos serem semelhantes quanto à tomada de poder. Eles escolheram não ter filhos, e Claire teve de fazer três abortos. Contudo, a mulher de Underwood aproveita uma oportunidade para ter visibilidade.

No segundo episódio, Claire diz em entrevista coletiva que foi estuprada no ano de novata na faculdade por um agora oficial do exército. Ela, no quarto episódio, em entrevista exclusiva para uma rede de TV, revela quem foi o sujeito e mente ao dizer que fez um aborto dessa "relação".

Como o nome do general foi divulgado, várias mulheres vêm a público testemunhar que também foram abusadas por ele. Claire pega essa chance e passa a ser uma ativista feminina contra os abusos cometidos por militares e elabora uma lei (a que Jackie, ex-militar, será contra).

O poder de corromper é inato dos Underwood, e Claire mostra isso ao ludibriar o fotógrafo com quem tem um caso. Ela o força a ir para a mídia dizer que é mentira a história de amor entre os dois. Apesar de Adam Galloway obedecer, Claire, junto com Underwood, prejudica o fotógrafo em mais uma entrevista coletiva, pintando do amante a imagem de perturbado. Ele tenta se vingar ao dar a um jornal uma foto da mulher de Underwood no chuveiro. Entretanto, Claire contrata uma modelo com mesmo porte físico para ir a público dizer que, na verdade, é ela (a modelo) quem aparece na foto.

No episódio número 11 acontece uma das cenas mais inesperadas da segunda temporada. Claire está em casa tomando um drink com Edward Meechum (Nathan Darrow), um dos guarda-costas da família Underwood. Underwood chega, os três ficam juntos e Claire começa a beijar o segurança. O mais surpreendente vem depois: Underwood também beija Meechum (foto abaixo), sugerindo um ménage à trois e evocando uma passagem da primeira temporada que dá a entender que o protagonista transou com um amigo na juventude.

[IOERROR:http://media.heavy.com/media/2014/02/Frank-kissing-guy.jpg]

O anti-herói

A segunda temporada de House of Cards reforça o rótulo de anti-herói em Frank Underwood. Apesar dos crimes e artimanhas, ele conseguiu o que queria desde o primeiro episódio. Chegou ao poder a qualquer custo, primeiro na vice-presidência e agora como presidente.

Os novos 13 episódios evidenciam o bom trabalho da atriz Robin Wright como Claire Underwood. Existia a expectativa de que essa seria sua temporada de destaque, e é de fato. O quinto episódio é praticamente todo dedicado a ela.

Como destaque negativo, fica a perda da repórter Zoe Barnes tão cedo. Ela quem poderia realmente ser a pessoa hábil para prejudicar Frank e ser a esperança de que o protagonista tivesse mais dificuldade em se safar, levando em consideração a relação íntima que tiveram na primeira temporada.

Agora como presidente, o que Frank Underwood mais vai querer? A terceira temporada de House of Cards está garantida. Pode ser que a primeira mulher presidente dos EUA (Claire) esteja se desenvolvendo.

LEIA TAMBÉM:

Ex-diretor da MTV lança livro e revela bastidores de piti de Caetano

Em Família alimenta suspeita de incesto; saiba o que aconteceu com bebê

Virada de Pecado Mortal fica em terceiro e perde para Rebelde

Fox vai fazer reality show com mulheres ricas do interior de SP

Associação das emissoras critica imposição de horário na TV

Primeiro Bozo vende roupas em Santa Catarina, descobre Record

Rodrigo Faro 'vende' panos de prato em cruzamento de São Paulo

Novela Em Família erra ao retratar épocas e se perde no tempo

Versão 'turbo' de Em Família mata pai de Helena três dias antes


​► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?

Vanessa Giácomo
21.13%
Lucy Alves
16.77%
Rafa Kalimann
12.62%
Isis Valverde
22.07%
Uma atriz desconhecida
27.41%