RIVAIS NA FICÇÃO

Vera Fischer vai alfinetar Vendramini por excesso de peso e bafo em novela

João Miguel Júnior/TV Globo

Vera Fischer caracterizada como Carmo, sua personagem na novela Espelho da Vida - João Miguel Júnior/TV Globo

Vera Fischer caracterizada como Carmo, sua personagem na novela Espelho da Vida

MÁRCIA PEREIRA, no Rio de Janeiro - Publicado em 14/09/2018, às 05h55

Vera Fischer voltará às novelas em Espelho da Vida. Ela será Carmo, uma estrela de cinema das antigas que faz exigências bizarras durante as filmagens de um longa na fictícia cidade de Rosa Branca. A personagem vai rivalizar com Solange (Luciana Vendramini) e a alfinetará, dizendo que ela está acima do peso e insinuando que tem bafo.

"É leve, engraçado, não é pesado em hora nenhuma", adianta a veterana. As duas loiras representam atrizes que caíram no ostracismo. Aos 68 anos, Vera diz que a colega de 47 anos é uma garotinha perto dela. A trama das seis também marca a volta de Luciana Vendramini à Globo após 14 anos.

"Deveria ser uma atriz mais da minha idade, mas não faz mal. A gente trabalha mais na brincadeira. Falo coisas ridículas, e ela também fala coisas assim pra mim." 

As duas viverão se maltratando. "Tem uma cena de café da manhã em que eu falo que ela está acima do peso, que não devia comer tanto, falo para não comer bolo porque açúcar é um veneno. Mas depois vou lá, escondida, e enfio um pedação de bolo na boca", exemplifica Vera.

"Existe uma crítica de bastidores aí. Tem uma outra cena em que eu quero gengibre para fazer um chá, e ela recomenda uma feira orgânica da cidade. Aí eu respondo que vou mandar a produção comprar para mim e para ela, porque dizem que é bom para tirar bafo para quando ela for fazer cena de beijo com o Emiliano [Evandro Mesquita]. São coisas bobas, mas que soam engraçadas", diz a veterana.

Luciana Vendramini interpreta Solange na sua volta à Globo após 14 anos (Cesar Alves/TV Globo)

Vera interpreta mesmo uma mulher sem noção. Ela viverá inventando doenças para dar em cima do médico Dalton (Marcello Escorel). Mesmo assim, vai disputar o personagem de Evandro Mesquita com Solange.

Em Espelho da Vida, que estreia no próximo dia 25 no lugar de Orgulho e Paixão, uma equipe de cinema vai rodar um filme inspirado em fatos reais: um crime passional que ocorreu em Rosa Branca nos anos 1930.

A partir daí, a mocinha Cris (Vitória Strada) descobrirá que foi, em sua vida passada, justamente a personagem que vai interpretar no longa-metragem, Julia Castelo. Ela, então, ficará alternando entre as duas vidas e tentará desvendar quem a matou com um tiro no peito naquela encarnação.

Esse é o mistério da trama. Só a autora Elizabeth Jhin e o diretor artístico Pedro Vasconcelos sabem quem é o assassino. Quase todos os personagens serão mostrados simultaneamente nas suas vidas da década de 1930 e na encarnação atual. Tem mocinho que vira vilão e vice-versa.  

Sem climão com o ex
Na nova novela das seis, Vera Fischer voltará a atuar com Felipe Camargo depois de 24 anos. O último trabalho deles em uma mesma trama ocorreu em Pátria Minha (1994), antes de o casamento dos dois na vida real chegar ao fim.

Felipe Camargo não trabalha com a ex-mulher desde 1994 (Cesar Alves/TV Globo)

Eles viveram juntos por mais de sete anos, tiveram brigas terríveis e protagonizaram até uma disputa judicial pela guarda do filho. Mas a loira assegura que o reencontro nos bastidores está sendo tranquilo. Conta que ainda não tem previsão de cenas com o ex-marido.

"Não tem nada que me ligue à família deles. Ele é ex-marido da personagem da Julia Lemmertz [Ana] e pai da mocinha. Meu par romântico é o Dalton. Mas tudo pode acontecer em obra aberta. Se tiver romance com ele, eu topo. Topo tudo o que a Elizabeth Jhin escrever", comenta.

Questionado sobre o reencontro com Vera, Camargo diz que a pergunta é oportuna. "Nós nos encontramos não só aqui, mas na face da Terra. Não sei se vamos contracenar, mas foi legal [o reencontro]. Somos mãe e pai do Gabriel, já temos essa relação em comum."

Durante o lançamento da novela, que contou com uma festa no Teatro Riachuelo, no Rio de Janeiro, na terça-feira (11), eles não se cruzaram. Cada um ficou em um canto. Ele deixou o local bem antes dela.

Os dois foram par romântico em Mandala (1987) e assumiram o romance na vida real no ano seguinte. O filho do casal, Gabriel Camargo, de 25 anos, atualmente trabalha com fotografia e iluminação.

Felipe Camargo vai interpretar Américo, um cafajeste que abandonou a própria filha. "Ele anda por caminhos tortos, mas não é mau-caráter. Ele bebia, é um malandro otário. Aí vai querer resgatar esse contato com a Cris", resume o ator de 58 anos.

Últimas de Espelho da Vida

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você pretende assistir a novela Espelho da Vida?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook