Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Novela das nove

Velho Chico: Cícero ataca Santo com faca, mas Martim salva mocinho da morte

Reprodução/TV Globo

Marcos Palmeira (Cícero) atacará rival pelas costas na novela Velho Chico, da Globo - Reprodução/TV Globo

Marcos Palmeira (Cícero) atacará rival pelas costas na novela Velho Chico, da Globo

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 28/5/2016 - 7h15

Santo (Domingos Montagner) e Tereza (Camila Pitanga) terão um novo encontro que quase terminará em tragédia na novela Velho Chico. Eles vão se ver na igreja e confessarão que ainda se amam. Cícero (Marcos Palmeira) interromperá os dois e retirará a filha do coronel do local, mas ela o mandará voltar ao trabalho. Sentindo-se humilhado, o jagunço vai esperar Santo e o seguirá até um beco. Traiçoeiro, Cícero atacará o rival pelas costas, dará socos e chutes até pegar uma faca para golpeá-lo, só que o agricultor conseguirá se desvencilhar.

A briga será retomada, com Cícero levando a melhor. Quando o jagunço conseguir conter o rival, subindo em cima de Santo e se preparando para um golpe fatal, Martim (Lee Taylor) surgirá e salvará o agricultor. O irmão de Tereza pegará a faca caída no chão e a pressionará contra o pescoço do jagunço. "Não tente mais um movimento, Cícero, ou eu lhe mato! Eu juro que lhe mato", dirá o fotógrafo.

A cena está prevista para ir ao ar no dia 10. Primeiro, o público verá Tereza e Santo na igreja se encontrando por acaso. Cícero surgirá em seguida, questionando por que Tereza está de conversa com o "amaldiçoado". Ele a obrigará sair de lá, só que, na porta do local, a filha do coronel afirmará que não deve satisfações ao jagunço, que ele deveria voltar ao trabalho.

Cícero ficará revoltado com isso e sairá andando. De longe, ele verá ela saindo da igreja instantes depois, aos prantos. Verá Santo sair em seguida e o seguirá por um beco escuro. O sertanejo intuirá que algo vai acontecer, mas receberá o primeiro golpe de Cícero e cairá no chão. Santo tentará se recompor, mas o filho de Clemente (Julio Machado) não dará trégua e chutará suas costelas.

Covardia

"Tua hora é essa, teu maldito! Agora é: eu e ocê, ocê e eu! Num tem Maria Tereza, num tem coroné, nem ninguém!", dirá o jagunço, com os olhos cheios de ódio, partindo para novos socos e chutes. "Isso é pr’ocê aprendê com quem bole, seu mal’adiçoado", gritará Cícero.

Santo o chamará de covarde por bater pelas costas. "Ni cabra maldito que nem ocê, bato onde fô", responderá o filho de Doninha (Suely Bispo). O roteiro indica uma sessão de porradas até que Cícero sacará uma faca e desferirá um golpe em Santo. O suspense levará o telespectador a acreditar que Santo foi esfaqueado, mas depois será mostrado que ele se livrou da facada e consegiu arrancá-la do rival e chutá-la para longe.

Eles voltam a rolar no chão. Cícero armará um golpe fatal, quando Martim chegará: "Para Cícero, agora", gritará o fotográfo, que será empurrado. O filho do coronel pegará a faca do chão e a grudará na garganta do jagunço. Cícero sairá de cima do rival, furioso. "Essa nossa história se acaba aqui, não. Vai chegá o dia que ocê e eu vâmo se resolvê sem ninguém entre nóis", esbravejará Cícero, antes de sair correndo.

Martim vai se recompor e esticar a mão para ajudar Santo a se levantar.

Últimas de Velho Chico

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.