Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Meu dia de figurante

SBT testa jornalistas como atores em Cúmplices de um Resgate

FOTOS Lourival Ribeiro/SBT

O diretor Reynaldo Boury orienta os jornalistas antes de começar a gravação - FOTOS Lourival Ribeiro/SBT

O diretor Reynaldo Boury orienta os jornalistas antes de começar a gravação

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 25/4/2016 - 4h54

Falta de ânimo, falar rápido demais, esquecer a fala e se distrair no celular foram alguns dos erros cometidos pelo "elenco" que o SBT testou em uma das cenas da novela Cúmplices de um Resgate. Em uma ação inédita, a emissora convidou 12 jornalistas para fazer uma "participação especial" na novela infanto-juvenil como eles mesmos. A maioria, como eu, encarou a tarefa de atuar pela primeira vez e se atrapalhou. O resultado, que o público confere na trama nesta segunda-feira (25), não agradou muito ao diretor-geral da novela, que considerou "mais ou menos". A cena mostra o encontro dos músicos da banda C1R com a imprensa para o lançamento de seu CD.

Acostumada a cobrir gravações de novelas e séries, fui para o SBT sabendo que meu dia como figurante seria longo. Muitas vezes, os atores repetem uma cena sete, oito vezes. Cheguei à sede da emissora sem nenhuma expectativa, achando que seria só uma figurante, que apareceria lá no fundo e ninguém perceberia meu momento atriz. Ao contrário de mim, algumas repórteres haviam se produzido com maquiagem caprichada e babyliss nos cabelos e demonstravam muita ansiedade.

Assim que o diretor-geral da trama, Reynaldo Boury reuniu o "elenco de apoio" no auditório que serviria de cenário para a fictícia coletiva de imprensa da banda C1R, vi que a brincadeira era coisa séria. Tínhamos que decorar nossas falas. Ensaiamos uma, duas vezes, e pacientemente ele deu alguns toques para os "novatos". "Fala com mais ânimo", "calma, não precisa falar correndo", "encosta o microfone perto da boca e fala com naturalidade", orientava Boury, com uma paciência invejável. 

Jornalistas, atores e figurantes durante um dos vários ensaios para gravar a cena

Um grupo de figurantes se juntou a nós para deixar o auditório repleto, mas somente os jornalistas de verdade tinham direito a perguntar algo na cena. Enquanto uma câmera gravava a pergunta de cada jornalista, a meninada do elenco dava sinais de cansaço. Joaquim (João Guilherme), André (Renato Cavalcanti), Felipe (Kevin Vechiatto), Julia (Bia Jordão) e Priscila (Giovanna Chaves) participaram de todo o processo. Somente Larissa Manoela (Manuela/Isabela) chegou mais tarde. Estava gravando uma cena em outro estúdio.

Os questionamentos que os jornalistas fazem em cena são bem inocentes. Perguntas do tipo: "Como você concilia os estudos com ensaios da banda?", "Como vocês se conheceram?", "Como lidam com assédio dos fãs?" etc. A fala mais apimentada da sequência é sobre o namoro nos ensaios da C1R, abrindo o caminho para Joaquim confessar que está apaixonado por Isabela.  

Quase reprovados

Quase quatro horas após o início da "missão figurante", fomos liberados para agir como repórteres de verdade, entrevistando o elenco da trama. Questionei Boury se fomos bem no "teste", e ele respondeu que "mais ou menos". "Queria uma situação nova, seriam atores que iriam fazer essas perguntas, gosto de criar. O SBT precisa disso", disse o veterano.

Apesar de o diretor preferir definir o trabalho de figuração como elenco de apoio, há diferenças. Para fazer parte do elenco de apoio, é necessário ser ator, ter DRT (registro profissional); já figuração, não. Elenco de apoio pode ter fala, pode ser fixo em uma novela.  

Em Cúmplices de um Resgate, por exemplo, há um elenco de apoio fixo no núcleo da empresa de moda On' Enterprise, e uma das atrizes, Sthefanie D'amico, ganhou um personagem, com falas e destaque na história. Ela é a Taísa e está envolvida em um triângulo amoroso com Frederico (Thiago Amaral) e Lurdinha (Renata Calmon).

No final das gravações, todos posaram juntos para o "álbum" de Cúmplices de um Resgate

Seja como figurante ou elenco de apoio, a participação é remunerada. Não a nossa, a dos jornalistas. O SBT não comenta os valores pagos. Segundo uma fonte de uma agência de casting, em geral, o cachê varia de R$ 50 a R$ 100. Em alguns casos, pode chegar a R$ 300 a diária, como por exemplo na gravação de um clipe.

Interessado? No SBT, a contratação de figurantes e elenco de apoio é feita pelo departamento de elenco. A seleção pode ser feita por meio de uma agência de casting ou por cadastro no banco de atores da emissora.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Últimas de Cúmplices de um Resgate


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?