Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SANDRA ECHEVERRIA

'Não quis fazer um remake', defende protagonista da nova A Usurpadora

REPRODUÇÃO/TELEVISA

Imagem de Sandra Echeverria como as gêmeas Paola e Paulina na novela A Usurpadora

Sandra Echeverria como as gêmeas Paola e Paulina em A Usurpadora; atriz contou bastidores da trama

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 6/10/2021 - 16h55

Intérprete das gêmeas Paulina e Paola na nova versão de A Usurpadora, Sandra Echeverria admitiu que não foi fácil aceitar o convite para o projeto. Nesta quarta-feira (6), a atriz disse que aproveitou as mudanças no enredo para fugir das comparações com a versão de 1998. "Não quis fazer um remake", defendeu ela.

"Quando fizeram o convite, fiquei muito nervosa. A primeira coisa que veio na minha mente foi que não queria fazer um remake, porque a novela foi um fenômeno e não queria entrar nesse espaço de comparações. Porém, quando comecei a ler os roteiros e vi que era uma história com uma pegada política, muito diferente, comecei a ler e não parei", afirmou Sandra, em entrevista ao Vem Pra Cá, do SBT.

No bate-papo com Gabriel Cartolano e Gaby Cabrini, a protagonista da nova novela da emissora de Silvio Santos entregou algumas dificuldades enfrentadas na gravação.  "Foi um desafio porque tive que brincar muito com os sotaques. Paulina vem da Colômbia, então tem o sotaque de lá. Já a Paola é do México, tem outro sotaque".

"Ao mesmo tempo, são duas personagens que sempre estão com uma alta dose de adrenalina, com muita emoção. Paola é alcoólatra e viciada, então esse foi um dos principais desafios da minha carreira. Graças à equipe, consegui executar o trabalho, pois eles me orientaram muito bem", destacou.

Durante a entrevista, Sandra contou que conhece Gaby Spanic, a protagonista da versão de 1998. "Nos seguimos nas redes sociais, já conheço ela há anos. Sempre fui fã dela. Ela gostou muito dessa versão, o que me emociona muito", pontuou a atriz.

A Usurpadora estreia nesta quarta-feira, às 22h, após o último capítulo de Chiquititas. O projeto é uma adaptação do folhetim, desenvolvida pelo projeto Fábrica de Sueños, que produz remakes de tramas clássicas em poucos episódios, com uma linguagem similar às das séries. A trama está disponível na íntegra no catálogo do Prime Video, apenas legendada.

Confira a entrevista:


Últimas de A Usurpadora

Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.