Sem filhos

Mãezona na ficção, Camila Morgado rejeita maternidade: 'Nunca foi um sonho'

Fotos: Raquel Cunha/TV Globo

A atriz Camila Morgado durante gravação de Malhação: Vidas Brasilieiras, da TV Globo - Fotos: Raquel Cunha/TV Globo

A atriz Camila Morgado durante gravação de Malhação: Vidas Brasilieiras, da TV Globo

MÁRCIA PEREIRA, no Rio de Janeiro - Publicado em 10/03/2018, às 06h05

No ar como Gabriela, uma mulher que se desdobra para ser uma professora dedicada e uma boa mãe para os seus três filhos, Camila Morgado revela que a personagem da nova Malhação é muito diferente dela. Principalmente na questão da maternidade. "Tenho que ser sincera. Nunca tive essa vontade louca de ser mãe. Para mim, nunca bateu como já bateu em várias amigas. Nunca foi um sonho", diz a atriz de 42 anos.

Esse foi um dos motivos que fizeram Camila pensar se deveria ou não aceitar o convite para o papel na novelinha. "Não é uma personagem fácil de se fazer. Trabalhar com o público jovem é uma coisa nova para mim", conta a atriz, que estreou na TV há 15 anos na minissérie A Casa das Sete Mulheres.

Em Malhação: Vidas Brasileiras, sua personagem vai ficar dividida entre a família e os alunos. Mesmo não sendo mãe dos estudantes, a professora se sentirá responsável por eles. "Ela é uma mulher moderna, cheia de conflitos", avisa Camila.

Daniel Rangel, Jennifer Oliveira, Maria Rita, Camila Morgado e Felipe Rocha formam família na ficção

Um dos principais dilemas será no amor. Gabriela reencontrará um ex-namorado da juventude, vivido por Carmo Dalla Vecchia, e isso mexerá com ela. Gerará uma crise em seu casamento com Paulo (Felipe Rocha).

A família, que inicialmente parece ter saído de um comercial de margarina, terá dias bem complicados mais para a frente na novelinha. Mas, para não sofrer rejeição, a personagem enveredará também pela comédia. Gabriela é atrapalhada.

Foi a atriz quem pediu à direção da trama para a professora ter um pouco mais de humor. Camila acredita que despertar risadas é uma forma de conquistar o público.

"Ela fala de assuntos tão sérios, tem a ideologia dela. Para não ficar tudo sério e pesado, pensei em deixar ela leve com os alunos, a família e esse amor do passado", diz. Malhação abordará questões sociais e vai priorizar a educação inclusiva.

Avessa a se expor nas redes sociais, a intérprete de Gabriela está aprendendo na marra que não dá para fazer uma personagem voltada para o público jovem sem ter uma conta no Instagram. "O mundo virou isso, não tem mais jeito de voltar atrás. Já me comprovaram que até para trabalhar é bacana."

Mas, para uma atriz que já passou fome, fez aulas de alemão e russo e laboratório no Exército para o principal papel de sua carreira, Olga, do filme homônimo de 2004, se enturmar com adolescentes e se habituar com as redes sociais não deve ser nenhum problema. Certo? 

"A internet é uma coisa complicada, porque tudo se multiplica em segundos. Eu mesma vivi isso com essa notícia fake que saiu sobre mim. O negócio se replicou de uma maneira que fiquei em choque. Temos que tomar muito cuidado com o que colocamos na rede hoje em dia", responde.

A atriz se refere à uma reportagem do jornal Extra de que teria se recusado a trabalhar com a youtuber Bianca Andrade. "Acho que se a pessoa é escolhida a exercer uma função, ela está apta para aquilo. Quem sou eu para falar alguma coisa?", resume Camila.

Últimas de Malhação

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você pretende assistir a novela Espelho da Vida?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook