Novela das nove

A Lei do Amor: Após ser dopado por Mag, Tião é investigado pela morte de Elio

Reprodução/TV Globo

Tião (José Mayer) será surpreendido com intimação para depor na novela A Lei do Amor - Reprodução/TV Globo

Tião (José Mayer) será surpreendido com intimação para depor na novela A Lei do Amor

REDAÇÃO - Publicado em 22/02/2017, às 07h03

O assassinato de Elio (João Campos) em A Lei do Amor vai promover uma reviravolta na vida de Tião (José Mayer). Ele será dopado por Magnólia (Vera Holtz) na noite do crime, e a madame usará sua arma para matar o jornalista. Ela deixará o revólver de propósito ao lado do corpo para a polícia identificar o banqueiro como o responsável. Na manhã seguinte, a polícia surpreenderá Tião com uma intimação para depor na delegacia.

Na cena, prevista para ir ao ar dia 15, Tião achará que é um engano e ainda afirmará que sua arma está em casa, guardada. "O que é isso? Uma piada de mau gosto?", reclamará o milionário. "Eu não sou homem de piadas! O senhor vai me acompanhar pacificamente, ou vou ter que pedir pra algemá-lo?", ameaçará o delegado Celso (Marcelo Várzea).

Antes, o público verá Mag invadir o apartamento do namorado de sua neta Ana Luiza (Bianca Müller) atrás do celular de Tião. O jornalista roubará o aparelho depois que Aline (Arianne Botelho) lhe contar que no telefone tem uma gravação de Mag confessando que mandou matar a tia dele, Suzana (Regina Duarte).

A vilã vai disparar dois tiros no jornalista à queima-roupa, mas ninguém ouvirá nada na vizinhança. "Não é possível! Tiro de 38 faz um bom barulho", comentará o delegado com um investigador. "Devem ter achado que eram fogos por causa do jogo do Timão [Corinthians]", responderá o policial, sem citar o nome de Tião.

A cena será cortada aí para que o público veja Mag "jogando" com Tião. Com uma bandeja de café da manhã, ela entrará no quarto do marido. "Bom dia, Tião. Você quer um café pra despertar? Dormiu como uma pedra", comentará. "Eu não costumo ter o sono tão pesado. Que horas são?", perguntará o ex-peão. Na noite anterior, Mag terá colocado sonífero em sua bebida.

A megera responderá que já são 9h30 e que um homem ligou para o telefone fixo e mandou dizer "Até agora, nada". "Devia ser o Valdir [Marco Marcondes], pra falar sobre o meu celular. Ele continua desligado, estranho isso", constatará Tião.

A campainha tocará, e o delegado perguntará de Tião assim que Mag abrir a porta. "O senhor é proprietário de um revólver calibre 38, cinco tiros?", perguntará Celso. "Sou... Por quê?", falará o banqueiro. "Eu preciso que o senhor me acompanhe agora mesmo para o DHPP [Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa], para prestar esclarecimentos acerca do assassinato do jornalista Elio Bataglia", falará o delegado.

Leia também

 

 

Últimas de A Lei do Amor

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook