Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

DRAMA NA COMÉDIA

Jayme Matarazzo cai nas garras de Rafa Kalimann em Família É Tudo: 'Trauma'

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

Em cena de Família É Tudo, Jayme Matarazzo está agachado em frente a Rafa Kalimann, que está segurando seus braços

Luca (Jayme Matarazzo) e Jéssica (Rafa Kalimann) em Família É Tudo: casal a partir de um trauma

CARLA BITTENCOURT, colunista

carla@noticiasdatv.com

Publicado em 7/3/2024 - 14h00

Quase um especialista em mocinhos sofridos, Jayme Matarazzo vai repetir a dose em Família É Tudo. No meio de uma novela leve e divertida, Luca carregará o trauma de ter sido esfaqueado pela então namorada Electra (Juliana Paiva). Pelo menos é nesta versão da história que o personagem acredita; e, por isso, ele evitará cruzar com a jovem que passou anos presa por um crime que ela alega não ter cometido.

"O personagem tem uma missão muito importante na novela, eu acho que esse núcleo traz uma profundidade dramática bem interessante. Esses desafios é que movem o ator, e eu sou um ator que gosta de ser desafiado", conta Matarazzo em papo com o Notícias da TV.

Na nova novela das sete da Globo, o fotógrafo namorava Electra e, apesar de não se lembrar da noite em que ela supostamente tentou esfaqueá-lo, acreditará que a amada é culpada. Atualmente, ele namora Jéssica (Rafa
Kalimann), que era a melhor amiga de Electra antes de ela ser presa. Apesar disso, ele nunca deixou de amar a neta de Frida (Arlete Salles).

"Luca é um personagem denso, difícil, cheio de reviravoltas. Electra e Luca eram personagens leves, meninos, que tinham uma vida fluindo, acontecendo, e que num dia, num evento atípico, sofrem um trauma muito grande. Ele, por essa tentativa de assassinato, em que todas as provas levam a incriminar sua ex-namorada, e ela por estar passando por uma injustiça", explica o ator.

Fora da cadeia, Electra tentará desvendar o que aconteceu na noite fatídica e descobrirá que Jéssica talvez não tenha sido a amiga que ela sempre imaginou que fosse. Controladora e calculista, a bonitona era apaixonada por Luca e não esperou muito depois da prisão da mocinha para se aproximar.

Sem ter noção do verdadeiro caráter de Jéssica, Luca fica perdido diante de tantas revelações que acontecerão. "Ele tem esse desafio de vencer um trauma dele. Ele sofreu um trauma gigantesco que essa situação o colocou, então ele vai se questionar muitas vezes sobre o que ele mesmo sente, sobre o que ele está sentindo no momento", adianta.

"Ele muitas vezes quer ser justo e, ao mesmo tempo, embarcar nas próprias sensações. Então, a cada semana a gente vai ver o Luca aí, numa gangorra de emoções, e muito bem acompanhado de duas atrizes muito incríveis", elogia.

O autor Daniel Ortiz foi quem escolheu Matarazzo para o papel, assim que desenvolveu a trama envolvendo Electra e Luca. "É um personagem muito difícil, e desde o começo da escalação, falei que ele só poderia ser defendido pelo Jayminho, porque ele tem essa coisa passional... Não é um personagem pra qualquer ator, não', valoriza o novelista.

"Por mais que não acredite nela, ele não consegue ficar contra ela e fica com raiva dele mesmo. A Electra e o Luca são pra mim os personagens mais difíceis, porque eles carregam todo o drama da novela, que é leve, de comédia. Ainda tem a psicopata da Jéssica, que é outro personagem complexo. É o trio de personagens mais difíceis, eu acho, que vão exigir mais dos atores. Por isso que a gente escolheu a dedo o elenco", observa Ortiz à reportagem.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Família É Tudo e outras novelas.


Resumos Semanais

Família É Tudo: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 27/5 a 8/6

Segunda, 27/5 (Capítulo 73)
Lupita aceita conversar com Júpiter. Netuno/Léo conta seu sonho para Babbo. Enéas cola cartazes pela cidade, à procura de Netuno/Léo. Jéssica se incomoda quando Murilo afirma que Electra é inocente. Júpiter confessa a Marieta que mentiu ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.