Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CONTRA-ATAQUE

Globo corre para ter só novelas inéditas no horário nobre até o fim do ano

GABRIEL RANGEL/AGNEWS

Cauã Reymond usa uma camisa cinza com um casaco preto. Ele está sem barba e grava a novela Um Lugar ao Sol, próxima novela das nove

Cauã Reymond em gravação de Um Lugar ao Sol, próxima novela das 21h: estreia até o fim do ano

GABRIEL VAQUER e MÁRCIA PEREIRA

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 12/8/2021 - 10h00

A Globo colocou como sua principal meta para este semestre ter seus três horários de novela ocupados por produções inéditas, no mais tardar em novembro. O avanço da vacinação, o desejo de faturar com comerciais e a baixa audiência das reprises são alguns dos fatores que fizeram a emissora definir isso como sua prioridade.

Por enquanto, o plano está sendo cumprido, mas ainda faltam algumas definições. A previsão interna é a de que Um Lugar ao Sol, escrita por Lícia Manzo para ser exibida às 21h, comece em novembro. Mas alguns departamentos da emissora, em especial Comercial e Programação, querem sua antecipação para outubro, conforme apurou o Notícias da TV.

O folhetim da autora de A Vida da Gente (2011) vai entrar no ar com grande parte de seus capítulos já gravados e editados. A Globo acelerou a sonorização dos episódios para tentar colocar a trama no ar daqui a dois meses. Por causa da pandemia da Covid-19, as frentes de trabalho são reduzidas. Por isso, a Globo ainda mantém a cautela e não oficializa qualquer data de estreia.

Setores da Globo desejam a novela no ar o quanto antes. Império está em uma fase difícil de audiência, com uma das piores médias da história na faixa das 21h. Até mesmo anunciantes do horário estão reclamando do desempenho do folhetim de Aguinaldo Silva.

A reprise também impede a venda de ações de merchandising dentro de sua exibição, uma fonte de renda importante para a emissora. Antes da pandemia, a líder de audiência vinha batendo recordes com vendas em novelas como A Dona do Pedaço (2019) e até mesmo Amor de Mãe (2020).

Outro ponto importante são os gastos de produção. Para gravar um capítulo em tempos de pandemia, a Globo dobrou o valor gasto normalmente. O aumento é natural, já que existem cuidados enormes com testes para detectar o novo coronavírus com a equipe e os atores, além do cumprimento dos protocolos de segurança. Mas a emissora, claro, quer o retorno de todo esse valor investido.

Em novembro, deve ser lançada Quanto Mais Vida, Melhor, a substituta de Pega Pega no horário das 19h. A Globo confirma por meio de reportagens publicadas em site oficial que esta é a previsão de estreia da novela protagonizada por Giovanna Antonelli, Mateus Solano e Vladimir Brichta.

Porém, ainda não há uma data certa para o folhetim entrar no ar. A única informação confirmada ao Notícias da TV é que a trama de autoria de Mauro Wilson está mesmo prevista para entrar no ar ainda neste ano.

Se a novela inédita for ao ar daqui a três meses, Pega Pega sofrerá com o facão em sua reprise --a obra original contou com 184 capítulos.

Nesta semana, a emissora estreou Nos Tempos do Imperador, protagonizada por Selton Mello na faixa das 18h. Se tudo der certo, o folhetim fica no ar até fevereiro de 2022 --suas gravações estão quase finalizadas. Além da Ilusão, produção que marcará a estreia de Larissa Manoela como atriz na Globo, será a sucessora --exceto se algum grande imprevisto forçar a emissora a mudar os planos mais uma vez. 


Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
Final de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semanaFaustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e mais

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas