Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EDU E HELENA

Gianecchini fica chocado ao rever cenas de beijo com Vera Fischer em Laços de Família

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Os atores Reynaldo Gianecchini e Vera Fischer em cena de beijo na novela Laços de Família

Edu (Reynaldo Gianecchini) e Helena (Vera Fischer) em cena de beijo em Laços de Família, da Globo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 24/12/2020 - 13h41

Os beijos quentes entre Edu e Helena, personagens de Reynaldo Gianecchini e Vera Fischer em Laços de Família, chocaram o ator na reprise exibida no Vale a Pena Ver de Novo. O intérprete do médico, que fez sua estreia no folhetim, admitiu que não sabia como um jovem beijaria uma mulher tão linda como a mãe de Camila (Carolina Dieckmann). Na hora da gravação, ele, então, acabou partindo para cima da atriz com tudo.

Em um bate-papo realizado pelo canal Téte a Theo, de Theodoro Cochrane, Gianecchini revelou que tem acompanhado a reprise e está admirado com as cenas das quais já não lembrava mais dos detalhes e tudo voltou à tona em sua cabeça. "Assistindo agora, fico bem chocado. Eu não tinha experiência alguma. Não sabia que tinha que combinar como a gente ia beijar em cena", contou o bonitão.

Para o ator, a sorte foi que Vera Fischer também se entregou nas cenas. "A Vera também foi sem pudor nenhum. Isso não foi uma coisa pensada. Rolou espontaneamente a língua. Foi aquilo que aconteceu", afirmou.

Mulher de Gianecchini naquela época, a apresentadora Marília Gabriela também participou da conversa e falou que o ex-marido comentava em casa sobre a intensidade das cenas de romance sempre que chegava das gravações. "Éramos um casal tão amigo, que ele chegava e contava da estranheza, depois de como ficou, se funcionava ou não. A gente conversava muito sobre o que acontecia", relembrou a jornalista.

Nudez válida

Além de relembrar dos amassos em Vera Fischer, o intérprete de Edu também recordou suas cenas de nudez ao ser questionado sobre como lida com o nu. "Eu lido ótimo. Eu adoro quando a nudez ajuda a contar história. E todo mundo eu acho que gosta de ver uma coisa bela, sensual. Tanto a sensualidade como a beleza, ela mexe com nossos instintos. Eu acho maravilhoso", respondeu ele, demonstrando muita naturalidade.

Para o ator, a nudez só não é válida se não tiver sentido. "Fica só pela exposição, é desnecessário. O nu dependendo do contexto é maravilhoso. Eu, no meu trabalho, não tenho problema nenhum de estar nu", continuou.

Como acompanhou o início da carreira do ator de perto, Marília Gabriela mencionou que lembra qual foi o primeiro nu dele na TV. "Foi em Esperança [2002]. Você estava em um galpão, deitado no meio das sacas de café", recordou-se a apresentadora.

Gianecchini também citou que, quando fez o filme Entre Lençóis com Paolla Oliveira, ficava o tempo inteiro nu. "O filme se passava no motel e, pra mim, foi muito legal. Eu nunca tinha feito um nu daquele jeito, e achei uma experiência muito interessante, como ator e como pessoa também. De vencer os pudores todos que a gente tem. Filmamos tudo em 12 dias, e eram 12 dias absolutamente pelados", relatou.

Diante da lembrança, Theodoro Cochrane perguntou se em nenhum momento o ator ficou excitado durante as gravações. "Eu pensei muito nisso, eu falei uma frase para a Paolla que foi: 'Se eu ficar excitado, perdão e, se eu não ficar excitado, também perdão. Mas a gente vê montado na edição aquele clima, só que no fazer é tudo muito cortado, é feito por ângulos, com o pessoal falando corta. Não tem tesão que dura ali", explicou o artista.

Confira a entrevista completa do ator:


Saiba tudo que vai rolar nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros:

Ouça "#41 - Fim de ano tem tragédias e Casos de Família nas novelas!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer nas suas novelas preferidas!


Últimas de Laços de Família

Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.