Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MEGERA ENCURRALADA

Fina Estampa: Antenor se gaba de rasteira em Tereza Cristina e quebra a cara

Reprodução/TV Globo

Caio Castro faz cara de abobalhado em cena de Fina Estampa em que usa uma camisa branca e está com a cabeça entrortada

Antenor (Caio Castro) em cena de Fina Estampa; universitário vai se ferrar ao escancarar segredo

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 8/7/2020 - 20h00

Antenor (Caio Castro) vai se gabar da rasteira que armará para Tereza Cristina (Christiane Torloni). O estudante de Medicina entregará a um jornalista o vídeo que Marcela (Suzana Pires) fez antes de morrer. Porém, a vilã de Fina Estampa escancarará seu segredo antes da bomba estourar e o fará quebrar a cara.

"Esse segredo vai finalmente ser revelado graças a mim. Agora sim, dona Tereza Cristina vai entrar pelo cano", dirá Antenor a Daniel (Guilherme Boury). Patrícia (Adriana Birolli) ouvirá a história e implorará para saber o que está para acontecer. "Ela tem o direito de saber", pedirá Daniel. O filho ambicioso de Griselda (Lilia Cabral) acabará adiantando para ela que sua mãe sempre mentiu sobre sua origem.

Enquanto isso, a megera canastrona convocará vários repórteres para contar que sua mãe era empregada da família Buarque Siqueira. Dessa forma, ela ainda colocará um fim às chantagens que sofre

A madame só chamará a imprensa porque tentará matar o jornalista contatado por Antenor, mas não conseguirá. Ele dará o furo de reportagem. A rival de Griselda atribuirá a si mesma o papel de justiceira dos pobres e oprimidos. "Considero uma indenização trabalhista", vai declarar.

A história da origem pobre da madame ganhará os jornais. Logo a mansão da patroa de Crô (Marcelo Serrado) ficará cercada de repórteres sedentos por uma entrevista sobre o caso da filha da empregada que foi adotada pela família dos patrões.

Teia de mentiras

Sem imaginar que a versão do seu passado é uma invenção de Íris (Eva Wilma) para se vingar do marido traidor, a "jacaroa do Nilo" resolverá assumir o que ela acredita ser verdade. "Minha mãe foi obrigada a trabalhar dia após dia e a enfrentar maus-tratos e humilhações que a levaram ao caminho sem volta da loucura", dirá.

"Por essa razão, os milhões que recebi de herança, apesar de não compensarem o sofrimento vivido por uma santa mulher que dedicou toda a sua vida àqueles que a escravizaram... Graças a esses milhões, que considero uma indenização trabalhista, lhe foi feita justiça!", continuará a assassina de Marcela

A vilã, no entanto, não é filha da tal empregada. Sua mãe é mesmo a irmã de Íris, que teve um caso com o cunhado. Para dar o troco e punir a sobrinha pela traição que sofreu, a personagem de Eva Wilma inventou a história da origem pobre, que a atormentará durante boa parte da trama.

Só na última semana é que Tereza Cristina descobrirá a verdade sobre sua origem. Álvaro (Wolf Maya) é quem vai acabar com anos e mais anos dessa teia de mentiras. Porem, antes disso, Antenor ficará de queixo caído ao ver a volta que a sua ex-sogra dará para se sair bem. As cenas vão ao ar a partir do próximo dia 20. 


Saiba tudo que vai acontecer nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros:

Ouça "#20: Mistério da origem de Eliza começa a ser revelado em Totalmente Demais!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TVno YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Fina Estampa e outras novelas.

Últimas de Fina Estampa


Resumos Semanais

Resumo da novela Fina Estampa: Capítulos de 18 e 19 de setembro

Sexta, 18/9 (Capítulo 155)
Tereza Cristina obriga Griselda a implorar pela sua vida. Crô entrega plano de Tereza Cristina para não ser preso. Tereza Cristina arrasta Ferdinando para a cama. Antenor decide ir atrás de Griselda. Zuleika interrompe o casamento ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.