Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

FUNDO DO POÇO

Éramos Seis: Humilhado, Júlio é confundido com pedinte e se enfurece com esmola

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator Antonio Calloni caracterizado como o personagem Júlio de Éramos Seis

Júlio (Antonio Calloni) se revoltará ao ser comparado com mendigo na novela das seis

DANIEL FARAD

Publicado em 11/10/2019 - 4h49

Para se tornar sócio da loja de tecidos, Júlio (Antonio Calloni) precisará pedir um empréstimo em Éramos Seis. Mas o patriarca da família Lemos será humilhado pelo gerente do banco e sairá de mãos abanando. Sua úlcera acabará piorando e, ao sentar na sarjeta devido a fortes dores, será confundido com um mendigo. Até receberá uma esmola.

Assad (Werner Schünemann) fará uma proposta de sociedade ao vendedor assim que descobrir seu parentesco com Emília (Susana Vieira). Certo de que a ricaça ajudará o familar, o empresário exigirá nada menos do que 50 mil contos de réis, uma pequena fortuna na época, para fechar negócio.

Com a prestação da casa atrasada, Lola (Gloria Pires) tentará alertar o marido de que eles não têm condições de conseguir o dinheiro. "Estou inconformada. Como foi capaz de topar negócio com o turco?", questionará a mulher.

Os dois discutirão, e a briga só terminará quando Júlio sentir uma forte pontada na barriga. A mãe de Alfredo (Pedro Sol) socorrerá o marido, que não desistirá tão fácil assim do empreendimento. No dia seguinte, ele procurará o banco para pedir um empréstimo e, assim, levantar a quantia.

O comerciante chegará a oferecer a casa na avenida Angélica como garantia para o negócio, mas o gerente da instituição não concederá o dinheiro.

"Ontem mesmo esteve na agência e reclamou dos juros da prestação. Vai ser difícil conseguir alguma coisa. A não ser que consiga um fiador... Mas, sendo assim, peça emprestado ao fiador", disparará o bancário, enxotando-o de sua mesa.

Humilhado, Júlio acabará passando mal na rua e precisará sentar no meio-fio, de chapéu na mão, abatido pela dor no estômago. Um casal, bem elegante, passará por ali e pensará que se trata de um pedinte com fome. Eles darão uma boa esmola para o negociante, que se enfurecerá.

"Ora... Acha que sou... Serei sócio de uma loja, sócio! Sacripanta!', xingará Júlio, atirando a moeda no chão. As cenas irão ao ar a partir do capítulo de segunda-feira (14) de Éramos Seis.

Últimas de Éramos Seis


Resumos Semanais

Resumo da novela Éramos Seis: Capítulos de 24 a 27 de março

Terça, 24/3 (Capítulo 151)
Isabel comemora a presença de Lola. Inês teme a proximidade de Lola e Leon. Olga e Zeca se preparam para sua viagem de navio. Lola se sente desconfortável na casa de Isabel e Felício, e comunica ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?