Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

TERROR DE MÃE

Éramos Seis: Adelaide volta da guerra e se assusta com maldade de Emília; saiba qual

JOÃO MIGUEL JUNIOR/TV GLOBO

A atriz Joana de Verona, com uma farda de guerra, caracterizada como a Adelaide em cena de Éramos Seis

Adelaide (Joana de Verona) se infiltra na Revolução de 1932 como jornalista na novela das seis da Globo

DANIEL FARAD

Publicado em 20/2/2020 - 14h23

Mesmo depois de testemunhar os horrores da guerra, Adelaide (Joana de Verona) ainda conseguirá se assustar com a crueldade de Emília (Susana Vieira) em Éramos Seis. De volta do campo de batalha, ela ficará chocada ao ver que a mãe exagerou na dose de calmantes e deixou Justina (Julia Stockler) praticamente em estado vegetativo.

A jovem descolou um emprego como jornalista para acompanhar o batalhão de Alfredo (Nicolas Prattes) no front da Revolução de 1932. Além de registrar o cotidiano dos soldados, ela ainda conseguirá um flagrante que a deixará de coração partido. Ao inspecionar o hospital de campanha, ela dará de cara com o namorado beijando Inês (Carol Macedo).

As suas decepções, entretanto, não vão chegar ao fim junto com o conflito. Assim que colocar os seus pés em casa, ela estranhará ao ver a irmã quieta e encolhida em um canto. "Deixa eu me livrar dessa roupa suja e empoeirada para te dar um abraço. Que bom que houve o armistício, afinal. Que saudade eu estava de você", dirá Adelaide, tentando animá-la.

Justina não retribuirá os seus carinhos. "O que houve? Não sentiu minha falta?", questionará a repórter. "Muita, mas estou cansada. Não consigo mais dar meu abraço apertado", lamentará a personagem de Julia Stockler.

Estado vegetativo

Sob olhares de desconfiança, Emília justificará que acabou de chegar de sua viagem a uma estação de águas e, por isso, a primogênita está sem forças. "Assim que soubemos da notícia da rendição viemos correndo", explicará a madame. "Conheço minha irmã. Isso não é cansaço. Justina está prostrada, mais apática do que antes", reclamará Adelaide.

Antevendo um conflito, Higino (Thiago Justino) tentará arrastar a garota para fora da confusão, mas já será tarde demais. "Aumentou os remédios dela, mãe?", perguntará a menina, com a pulga atrás da orelha.

"Faz-se necessário. Ela ficou agitada, sentiu a sua falta, só falava em você. E também não podíamos falar com ninguém em Itapetininga. Precisei acalmá-la", revelará a senhora. Bom, graças que estamos todos seguros em casa outra vez. Agora, quem precisa de um bom banho sou eu. Estou estourada da estrada", despistará a vilã de Susana Vieira, antes de se recolher aos seus aposentos.

A personagem de Joana de Verona não engolirá as mentiras da milionária, certa de que a tia de Clotilde (Simone Spoladore) quer manter a moça calada a qualquer custo com tranquilizantes. "Higino, isso pode mais acontecer. Justina não pode mais ficar nas mãos da minha mãe", insistirá a correspondente.

"Desculpe, mas faço o que posso", devolverá o mordomo, que morre de medo de bater de frente com a patroa. "Pois eu vou fazer o que devo. Amanhã levo minha irmã de volta à doutora Selma [Aline Borges]. Vamos começar o tratamento novo que ela sugeriu", decidirá Adelaide nas cenas que serão exibidas na próxima quinta (27) no remake de Angela Chaves.


Saiba detalhes de tudo o que vai rolar de mais bombástico nos próximos capítulos das novelas no podcast Noveleiros:

#3: Guerra, flerte com a morte e casos de família: Vai ter treta nas novelas!


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas de Éramos Seis e de outras novelas!

Últimas de Éramos Seis


Resumos Semanais

Resumo da novela Éramos Seis: Capítulos de 24 a 27 de março

Terça, 24/3 (Capítulo 151)
Isabel comemora a presença de Lola. Inês teme a proximidade de Lola e Leon. Olga e Zeca se preparam para sua viagem de navio. Lola se sente desconfortável na casa de Isabel e Felício, e comunica ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?