Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PERIGO NO AR

Em A Usurpadora, Paola se revolta com falha em atentado: 'Quero ela morta!'

FOTOS: REPRODUÇÃO/TELEVISA

Imagem de Sandra Echeverria simulando conversa ao celular como Paola no remake de A Usurpadora

Paola (Sandra Echeverria) ficará revoltada com sobrevivência da irmã gêmea em A Usurpadora

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 8/10/2021 - 21h05

Em A Usurpadora, Paola (Sandra Echeverria) ficará revoltada com a falha no atentado contra Paulina (Sandra). Enquanto aproveita os momentos de liberdade em Bora Bora, a vilã receberá um telefonema de Manuel (Juan Carlos Barreto) com as atualizações do caso. Ao saber da sobrevivência da gêmea boa, ela ordenará: "Quero ela morta!".

Nas cenas previstas para o capítulo desta sexta-feira (8) na trama exibida pelo SBT, o mordomo da primeira-dama do México fará o alerta: "O tiro falhou, ela está viva. Você precisa voltar agora!". "Mas como errou o tiro?", questionará a vilã.

Nervoso com a cobrança, Manuel tentará explicar que Paulina segue internada em estado grave no hospital. Porém, a gêmea má gritará ao telefone: "Não a quero em estado grave, quero ela morta, Manuel! Você não podia falhar! Coloquei minha vida inteira em suas mãos e você falhou, falhou comigo!".

"Me perdoe, vou dar um jeito de terminar o trabalho, mas ela está muito vigiada", pontuará o veterano, após mais uma tentativa frustrada de assassinar a falsa mulher de Carlos (Andrés Palacios).

Indignada com a notícia, Paola quebrará objetos do quarto e agredirá Gonçalo (Juan Martin Jauregui). O bandido jogará a amada dentro de uma piscina e cobrará uma atitude: "Esfria sua cabeça e pensa como vai consertar essa merda!".

Gonçalo aponta revólver para Santiago

Risco para todos

Gonçalo também será pressionado por causa da sobrevivência de Paulina. Santiago (Heriberto Mendez) tentará abrir os olhos do criminoso: "Disse que estava brincando com fogo, essa mulher está louca! Você já perdeu a cabeça se metendo com ela e colocando o nosso negócio em perigo".

O amante de Paola não irá gostar da cobrança e apontará um revólver para o aliado. Sem chance de defesa, Santiago baixará o tom, mas seguirá com a bronca no parceiro de crimes: "Você entende que esse teatro vai cair? Que até a Interpol vai procurar vocês e, quando encontrarem, vamos afundar. Você tem que ficar fora disso e deixar que matem a Paola".

"Disse que vou cuidar disso", rebaterá Gonçalo, mas Santiago questionará: "Sabe que essa mulher é uma bomba relógio, certo?". "Uma bomba que vou cuidar de desativar. Sou um homem pragmático e sei o que me convém. Então fica tranquilo, que eu me encargo disso", pontuará o galã.

A Usurpadora é uma adaptação do folhetim de 1998, desenvolvida pelo projeto Fábrica de Sueños, que produz remakes de tramas clássicas em poucos episódios, com uma linguagem similar às das séries. A trama está disponível na íntegra no catálogo do Prime Video, mas apenas legendada. 


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#77 - Luísa faz grande revelação a Pilar em Nos Tempos do Imperador" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer nas novelas que estão no ar na TV.

Prêmio NTV Melhores do ano


Últimas de A Usurpadora


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas