Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVATO

Em Laços de Família, Reynaldo Gianecchini achou que perderia papel para Rodrigo Faro

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Reynaldo Gianecchini sorri de terno, camisa e gravata em cena como Edu em Laços de Família (2000)

Reynaldo Gianecchini em cena como Edu em Laços de Família (2000); ele não acreditava que conseguiria o papel

REDAÇÃO

Publicado em 7/9/2020 - 9h22

Laços de Família (2000) foi o primeiro trabalho de Reynaldo Gianecchini na TV, e logo de cara ele ganhou muita fama entre os telespectadores. Mas, na época, o ator achava que nem seria capaz de conseguir o papel de Edu na novela, que estreia nesta segunda (7) no Vale a Pena Ver de Novo. Gianecchini chegou a acreditar que perderia o personagem da trama de Manoel Carlos para Rodrigo Faro ou para Fabio Assunção.

A vida de Gianecchini antes de alcançar o estrelato na Globo era bem diferente. Ele havia morado fora do Brasil, era casado com Marília Gabriela e estava começando a carreira de ator em São Paulo, no teatro. Após uma peça, foi convidado por um produtor de elenco da Globo a fazer um teste.

"Não me deixou interessado o convite. Mas ele falou: 'É para fazer o protagonista, par com a Vera Fischer'. Aquilo para mim foi uma coisa muito louca, porque eu tinha crescido assistindo aos trabalhos dela. Respondi: 'Cara, não tenho nem tempo de ir para o Rio'. Já era perto do Natal. Aí acabou que ele arrumou um teste no dia 24 de dezembro. Fui para o Rio, fiz um teste bem mais ou menos e pensei: 'Não deu certo isso, não'. Depois fui para a Austrália com a Marília", contou o ator em entrevista ao jornal O Globo.

Ao voltar de viagem, Gianecchini leu um jornal no aeroporto no qual havia uma notícia de que Rodrigo Faro havia sido escolhido como o Edu de Laços de Família. Na época, Faro ainda era ator da Globo.

"Eu pensei: 'Beleza, nem estava esperando mesmo. Vou voltar para a minha vida de teatro'. Até que o Ricardo Waddington me liga e diz: 'O papel é seu'. Eu respondi: 'Tem certeza? Não tenho experiência como ator nem com TV'. E ele: 'Eu não tenho certeza de nada, mas o Manoel Carlos falou que quer você de qualquer jeito. Então, a gente vai ter que fazer isso funcionar', lembrou o ator.

"Não sei se o Rodrigo chegou a fazer teste, se pensaram nele. Falaram muito que o papel seria do Fabio Assunção. Não sei o que aconteceu, acho que ele não quis e aí abriu a vaga. Estavam cogitando colocar gente conhecida, e o Rodrigo já era conhecido na época. Mas acho que foi uma notinha falsa na verdade", complementou.

Novo galã

Após a estreia da novela, a vida de Gianecchini mudou completamente --ele afirmou que o ano de 2000 foi o mais intenso de sua vida. O ator confessou que sofria demais com as críticas, suas e dos outros, e que teve de aprender a lidar com o assédio do público.

"Eu fiquei três meses gravando antes de a novela estrear. Quando estava passando nas ruas do Leblon com a Vera, todo mundo ia em cima dela e passava quase por cima de mim. As pessoas achavam que eu era contrarregra. Ninguém olhava para mim. Depois da estreia, foi muito louco sair na rua. As pessoas vinham em cima. É bem estranho para quem tem uma natureza reservada. Tive que ir aprendendo a lidar", explicou.


Saiba tudo que vai acontecer nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros:

Ouça "#29: Tereza Cristina fica doida total com novo segredo revelado!" no Spreaker.

Últimas de Laços de Família


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?