Puxão de orelha

Dan Stulbach leva bronca da mulherada por traição em A Força do Querer

Fotos Reprodução/TV Globo

Dan Stulbach em cena; ator diz que mulheres se decepcionaram com Eugênio na novela - Fotos Reprodução/TV Globo

Dan Stulbach em cena; ator diz que mulheres se decepcionaram com Eugênio na novela

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 17/07/2017, às 07h15

Dan Stulbach anda levando bronca nas ruas por causa da pulada de cerca de seu personagem em A Força do Querer. Eugênio trai a mulher, Joyce (Maria Fernanda Cândido), com Irene (Débora Falabella) e será expulso de casa. "As mulheres estão decepcionadas. Elas vêm me aconselhar. Falam muito, e essa intensidade me surpreende", conta.

O contato com as pessoas é seu termômetro para ter certeza do sucesso de seu trabalho. Ele diz que quem faz TV e não é abordado nos locais públicos é porque é um desastre. "[Ser abordado] Significa que a comunicação está dando certo. Sei que para muitas pessoas a televisão é o único meio de diversão e cultura".

O ator estava fora das novelas desde 2011, quando fez Fina Estampa. Fora da Globo, virou apresentador do CQC, na Band, e trabalhou também na ESPN. Afirma que as diferentes experiências que teve na carreira o fizeram ficar mais seguro para o papel que desempenha agora.

Stulbach diz que a história de Eugênio e Joyce é bem desenhada, não é só mais uma relação desgastada em uma novela. Para ele, a autora Gloria Perez acertou em cheio ao construir um casal que se ama, mas vive momentos diferentes.

"Eu acho que as relações mudaram. Hoje a discussão sobre isso é muito maior, e a paciência com o outro é muito menor. Existe uma volatilidade das pessoas, que faz com que tudo seja mais rápido e superficial, mas nossos desejos e carências continuam os mesmos. Ainda permanece o desejo de encontrar alguém que se ame para sempre, mas ninguém mais fica casado só por ficar. Às vezes, rompemos uma relação antes da hora pela ansiedade de estar sempre feliz, e isso pode ser uma armadilha", discursa.

Maria Fernanda Cândido, Dan Stulbach e Débora Falabella formam um triângulo amoroso 

O ator é de São Paulo, mas se mudou para o Rio de Janeiro neste ano para ficar totalmente focado na novela. Por ficar mais tempo só, conta que sempre reflete sobre a trama e tenta entender por que Eugênio, um homem tão íntegro, não assumiu a traição logo de cara. 

"Ele tem um pouco da covardia de todos nós. A verdade plena, às vezes, é insuportável, e as pessoas se contentam com um pouco de autoengano", observa.

Marionete
O intérprete de Eugênio afirma que torce para que esse casal consiga se reconciliar. Ele diz que não sabe até onde o advogado será manipulado pela vilã. "Tem muita coisa ainda para vir. É cedo para idealizar qualquer desfecho", despista.

O ator revela que o fato de A Força do Querer estar muito bem no Ibope acalma a todos os envolvidos. Ele só diz que procura se lembrar o tempo todo de que o jogo não está ganho e que, quanto maior o sucesso, maior é a responsabilidade.

"Diziam que não tinha mais espaço para a novela, que nunca mais teria a audiência que teve no passado. Mas de alguma maneira A Força do Querer está provando que a novela quando benfeita ainda tem seu espaço", aponta.


Confira cinco reportagens especiais sobre A Força do Querer:

Os 'filhos' da novela: pesquisador de Glória Perez lança livros baseados na trama

De sapato voador a nudez pública: relembre sete barracos marcantes

"Queria que Bibi pagasse pelo que fez", diz Juliana Paes sobre sua personagem

Globo fatura com fim de disfarce de travesti; saiba como

Sucesso como amiga de Bibi, atriz desistiu da carreira no Brasil para viver no México

Leia também

 

 

Últimas de A Força do Querer

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook