Novela das nove

Babilônia: Rafael é investigado como suspeito de tentar matar Laís

Divulgação/TV Globo

Chay Suede (Rafael) em cena da novela Babilônia, da Globo; universitário é investigado pela polícia - Divulgação/TV Globo

Chay Suede (Rafael) em cena da novela Babilônia, da Globo; universitário é investigado pela polícia

REDAÇÃO - Publicado em 14/08/2015, às 08h40

Após Laís (Luísa Arraes) ingerir droga sem saber e ficar em coma, Aderbal (Marcos Palmeira) e Consuelo (Arlete Salles) vão denunciar Rafael (Chay Suede) por tentativa de homicídio em Babilônia, novela das nove da Globo. O jovem será investigado pela polícia. A filha do prefeito irá parar no hospital devido a uma armação do pai e da avó, que vão pedir para Guto (Bruno Gissoni) dar um jeito de drogar o "ateuzinho". Só que Laís é quem vai tomar a maior parte da bebida batizada. "O natural seria uma denúncia por indução ao uso de drogas. No máximo, lesão corporal. Mas claro que essa gente ia pegar pesado", dirá Teresa (Fernanda Montenegro).

O casal estará em uma rave na praia, quando receberá uma garrafa de isotônico como se fosse cortesia da festa. Rafael dará alguns goles, mas, com sede, Laís tomará a garrafa inteira. Ela vai desmaiar e ser levada ao hospital tendo convulsões. A garota entrará em coma induzido, enquanto Aderbal e Consuelo correrão para uma delegacia para denunciar o rapaz por tentativa de homicídio. A pedido do prefeito, um fotógrafo registrará os dois na praia e a imagem vai estampar o jornal de Jatobá. A ideia do político e sua mãe, a princípio, é fazer Laís terminar o noivado.

Guto dará uma grana para Fred (Filipe Ribeiro) colocar o plano em prática. Desesperado com o estado da noiva, Rafael vai se vestir de enfermeiro para conseguir ver Laís. O prefeito proibirá o futuro genro de ver a amada. Eles chegarão a brigar nos corredores do hospital, e Rafael dará um soco no político.

"Eu vou falar com o delegado. Você vai se apresentar o mais rápido possível, é importante mostrar boa vontade", aconselhará Teresa, assim que ficar a par dos fatos. "Ainda por cima eles querem culpar o Rafael?", questionará Estela. "Tenho certeza de que foram eles", afirmará o estudante, referindo-se à bebida batizada com droga.

"Rafael, você está sendo investigado por tentativa de homicídio", completará Teresa. "Eu, matar a Laís?", perguntará ele. "O natural seria uma denúncia por indução ao uso de drogas. No máximo, lesão corporal. Mas claro que essa gente ia pegar pesado. A intenção é mesmo nos destruir, destruir você, a nossa família. Mas eles não vão conseguir. Eu não vou deixar", responderá a advogada.

Rafael vai depor e o caso não irá adiante. Laís vai sair do coma e inocentar o rapaz assim que deixar o hospital. 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Últimas de Babilônia

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook