Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DATADA OU ATEMPORAL?

Acusada de ajudar Lula no passado, O Salvador da Pátria ganha reprise; veja data

REPRODUÇÃO/MEMÓRIA GLOBO

O ator Lima Duarte caracterizado como Sassá Mutema em cena de O Salvador da Pátria

Lima Duarte interpreta Sassá Mutema em O Salvador da Pátria; personagem foi comparado a Lula

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 16/3/2021 - 14h17

O Salvador da Pátria ganhará reprise no Viva a partir do próximo dia 12 para mostrar que está longe de ser uma obra datada. Em sua exibição original, o folhetim foi acusado de favorecer Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de 1989, diante das semelhanças entre o petista e o protagonista Sassá Mutema (Lima Duarte). A produção, aliás, volta ao ar para tirar a "prova dos nove" no momento em que o ex-presidente recupera os seus direitos políticos.

A novela de Lauro César Muniz conta a história de um homem do interior, humilde e sem estudo que, após ser inocentado de um crime, ganha popularidade e passa a chamar atenção dos políticos que querem transformá-lo em prefeito da fictícia Tangará --principalmente o corrupto Severo (Francisco Cuoco), então deputado federal.

O autor nunca escondeu que o personagem de Lima Duarte foi considerado por parte da classe política uma apologia à candidatura de Lula, que viria a ser derrotado por Fernando Collor na primeira eleição direta para a presidência desde o fim da Ditadura Militar (1964-1985).

"Já não havia mais censura formal, mas houve interferência direta de Brasília na cúpula da Globo. Acharam que o Sassá fazia apologia à esquerda. Assim, acabou vindo uma pressão na emissora para que a trama fosse mudada. Cheguei a ouvir nos bastidores que 'o autor dessa novela vai eleger o presidente do Brasil'", disse Muniz durante uma conferência na USP (Universidade de São Paulo) em 2002.

A pressão política, inclusive, obrigou o roteirista a alterar a sinopse, já que Mutema seria candidato justamente à presidência da República. Contra a parede, ele não teve escolha senão focar no lado mais policialesco da trama --centrado no assassinato de Juca Pirama (Luís Gustavo).

O radialista é morto por descobrir o caso extraconjugal de Severo e Marlene (Tássia Camargo), que foi casada à força com Sassá para esconder as puladas de cerca do vilão. O boia-fria é acusado injustamente pelo crime, mas consegue comprovar a sua inocência graças à professora Clotilde (Maitê Proença), por quem se apaixona ao decorrer da história.

A trama ainda contou com Susana Vieira, Betty Faria, José Wilker (1944-2014), Suzy Rêgo, Narjara Turetta, Maurício Mattar e Lucinha Lins no elenco. Ele será exibida pelo canal pago de segunda à sábado a partir de 14h15, com reapresentação às 0h30.


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#50 - Amor de Mãe voltou! Saiba tudo sobre os primeiros capítulos" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer nas novelas da Globo.


Leia também

Web Stories

+
Caso Evandro e A Mulher na Janela chegam aos streamings; saiba maisPróximos filmes da Marvel têm Pantera Negra e Os Eternos; confira lista completaAplauso final: Despedida de Paulo Gustavo abala família, amigos e fãsComo fênix, Juliette renasceu dentro do BBB21; relembre a trajetória da finalistaPlanta faz isso? Mesmo sem protagonismo, Camilla chega à final do BBB21

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou dos casais do Power Couple Brasil 5?