Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AINDA TEM JEITO?

Globo faz operação de emergência para salvar No Limite do fracasso comercial

FÁBIO ROCHA/TV GLOBO

Fernando Fernandes com uma camisa cinza e apresentando o No Limite 6

Fernando Fernandes em No Limite: Globo corre para tentar salvar fracasso comercial do reality

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 26/5/2022 - 7h00

A Globo montou uma operação especial de emergência para tentar desencalhar as cotas de publicidade do No Limite 6. Após três semanas no ar, o programa só tem dois patrocinadores até o momento, que está longe da meta que a emissora esperava alcançar. Para chamar a atenção do mercado publicitário, o conglomerado de mídia montou um relatório completo de público e enviou para agências na última terça (24).

O Notícias da TV teve acesso ao documento em que a Globo detalha o perfil de público do reality show e dá grande destaque para o percentual de classe AB, o de maior poder aquisitivo --e o mais requisitado por anunciantes. Ao todo, são 20% de audiência rica vendo o programa. O número é 5% maior em relação ao ano passado.

A Globo também mostrou que o público masculino da atração também cresceu, o que é ótimo para acabar com o estigma de que reality show atinge majoritariamente o público feminino. A subida foi de 9% em relação ao ano passado. A audiência de espectadores entre 18 e 24 anos é 7% maior em relação a média histórica do horário. 

A empresa aposta principalmente no alcance nacional de No Limite. O programa, até o momento, chegou a 78 milhões de telespectadores acumulados apenas em TV aberta. Já a reprise dos episódios do Multishow alcançou 1,6 milhão de pessoas.

Outra informação destacada no documento é a audiência em relação à Record, segunda colocada no ibope. O reality é líder com 176% a mais do que a TV do bispo Edir Macedo.

"Os resultados foram superados com sucesso! Ainda dá tempo de fazer parte desse fenômeno com a gente", valoriza a Globo, sobre o No Limite 6, no relatório.

Apesar do tom otimista para chamar anunciantes, a audiência tem média de 16,7 pontos em São Paulo. O número é considerado decepcionante segundo fontes ouvidas pelo Notícias da TV, porque a sua antecessora, a novela Pantanal, é um grande sucesso. A trama chega a entregar com 33 pontos para o programa, que derruba para menos de 20 em questão de minutos.

Contra jogos da Libertadores no SBT que envolveram Flamengo e Corinthians na semana passada, o No Limite chegou a ficar em segundo lugar no ranking de emissoras. 

Todo esse esforço da Globo é para desencalhar o programa financeiramente. Até o momento, apenas as marcas Jeep e Lacta compraram cotas. Em 2021, foram sete empresas. O detalhe é que nenhuma das anunciantes do ano passado continuaram no reality deste ano, tamanha foi a frustração com a entrega comercial. 


Últimas de No Limite 6

Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.