INVESTIMENTO ALTO

Pedro Bial vira porta-voz dos bancos no terceiro intervalo mais caro da Globo

DIVULGAÇÃO/FEBRABAN

Pedro Bial na campanha da Febraban: apresentador é porta-voz dos bancos nos intervalos do Fantástico - DIVULGAÇÃO/FEBRABAN

Pedro Bial na campanha da Febraban: apresentador é porta-voz dos bancos nos intervalos do Fantástico

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 22/08/2019, às 05h18

Pedro Bial deixou de comandar o Fantástico em 2008, mas no último domingo (18) voltou a aparecer no horário da revista eletrônica da Globo. Nos próximos dois meses, o apresentador será porta-voz de uma campanha da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) veiculada nos intervalos do programa. Serão três minutos semanais no terceiro comercial mais caro da TV --só A Dona do Pedaço e Jornal Nacional custam mais.

Para aparecer durante 30 segundos no intervalo do Fantástico, uma empresa paga R$ 658 mil. O dado consta na lista de preços disponibilizada pelo departamento de Negócios da Globo. Uma ação como a da Febraban, que ocupa três minutos, custaria R$ 3,9 milhões por semana, em uma multiplicação simples. Ao longo de oito semanas, seriam R$ 31,5 milhões. No entanto, esse tipo de campanha especial é negociado à parte, e o preço sofre redução.

De acordo com Mário Sérgio Vasconcelos, diretor de Sustentabilidade e Marketing da Febraban, o objetivo da ação é melhorar a educação financeira da população. Se antes a instituição se relacionava apenas com reguladores e órgãos oficiais, a ideia agora é também falar com a população, "de uma forma clara, simples e objetiva".

"Nós já temos um site de educação financeira, mas como alcançar a maioria da população brasileira? Somente por meio da TV. Nós pesquisamos e escolhemos o Fantástico. É um programa tradicional dos domingos à noite, é visto como uma atração da família brasileira", explica o executivo em entrevista ao Notícias da TV.

Intitulada de Papo Reto, a campanha tem como proposta levar às pessoas informação sobre temas como juros, cheque especial, cartão de crédito, poupança, financiamento, endividamento e outros assuntos de finanças pessoais. Serão oito episódios ao todo, que irão ao ar até 6 de outubro. A cada semana, uma nova pauta.

Os assuntos foram escolhidos após pesquisas internas realizadas pela Febraban com a população. O nome de Pedro Bial também foi definido após consulta popular.

"Colocamos vários nomes nas pesquisas para a população dizer quem seriam as pessoas mais adequadas para fazer isso. Daí chegamos ao nome do Pedro Bial. Ele foi um dos mais votados na nossa pesquisa. Tem credibilidade, é respeitado dentro da mídia, respeitado pela população. É um patrimônio de imagem pessoal muito relevante, com nível de aceitação elevado", valoriza Vasconcelos.

Essa foi a primeira vez que Bial foi contratado para falar em nome de todos os bancos. No primeiro episódio do Papo Reto, o jornalista explica: "Você vai ouvir o que os bancos tem a dizer pra você". No entanto, desde 2017, ele já aparece em ações publicitárias do Bradesco.

Neste ano, no Conversa com Bial, o apresentador também fez merchandising. O talk show se abriu para realizar entrevistas pagas pelo mercado publicitário. Recentemente, promoveu ações para marcas de cosméticos e de cerveja.

Veja abaixo o primeiro vídeo da campanha Papo Reto, que foi ao ar no intervalo do Fantástico no último domingo (18):

Ações em outras emissoras

Além do intervalo do Fantástico, a Febraban também vai investir em ações publicitárias em outras emissoras ao longo das oito semanas da campanha.

"Vamos fazer merchandising com comunicadores na parte da tarde e à noite. Na Record, pensamos no Cidade Alerta; na Band, estamos analisando Aqui na Band, Melhor da Tarde e Brasil Urgente; na RedeTV!, Encrenca; além do SBT. Estamos estudando isso. Como são oito semanas, nossa estratégia é monitorar as reações para definir os merchandisings", analisa o diretor de Sustentabilidade e Marketing.

Apesar de a campanha não vender nenhum produto de forma direta, Mário Sérgio Vasconcelos afirma que "o investimento é compatível com o objetivo".

"A proposta é fazer com que os consumidores lidem melhor com o seu dinheiro, daí o enfoque em educação financeira. É também mostrar que os bancos têm uma preocupação com a qualidade desse relacionamento. É uma campanha que procura melhorar o nível de educação financeira da população e, consequentemente, trazer mais benefícios pra todo mundo", resume.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook