MILIONÁRIOS

Fenômeno no YouTube, SBT alcança mais uma marca histórica; saiba qual

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

A jornalista Rachel Sheherazade em vídeo disponibilizado no canal Jornalismo SBT, do YouTube

A jornalista Rachel Sheherazade em vídeo disponibilizado no canal Jornalismo SBT, do YouTube

REDAÇÃO - Publicado em 22/02/2020, às 04h36

Um verdadeiro fenômeno no YouTube, onde é a emissora com maior número de inscritos no mundo todo, o SBT somou mais uma façanha para seu portfólio digital: nesta semana, o canal Jornalismo SBT ultrapassou 1 milhão de seguidores. Com mais de 30 mil vídeos, é o "filhote online" da emissora de Silvio Santos com o maior número de publicações.

Até o momento, o Jornalismo SBT acumula 317 milhões de visualizações, o que corresponde a 10,4 milhões de horas assistidas. Por lá, são publicadas reportagens do SBT Brasil e do Primeiro Impacto e entrevistas do Poder em Foco, por exemplo.

"Este sucesso é mais uma prova de como o SBT está presente em todas as plataformas e sempre traz ótimos resultados. Nossa audiência é fiel e gosta de ver e rever nosso conteúdo, que é disponibilizado gratuitamente", afirma a gerente de conteúdo digital, Carolina Gazal, por meio de nota.

O vídeo mais popular do canal é a entrevista exclusiva de Roberto Cabrini com Najila Trindade, modelo que acusou o jogador Neymar de abuso sexual no ano passado --o clipe da conversa, de 12 minutos e meio, exibido no SBT Brasil de 5 de junho do ano passado, já ultrapassou 5 milhões de views.

O canal oficial do SBT soma 9,2 milhões de inscritos. As novelas infantojuvenis também fazem sucesso com o público: As Aventuras de Poliana, por exemplo, tem 6,4 milhões de seguidores e mais de 2,3 bilhões de visualizações.

Recentemente, outro projeto dedicado ao jornalismo digital do SBT atingiu uma marca milionária: o SBT Mulher, conteúdo exclusivo produzido especialmente para o Facebook Watch, em parceria oficial com a rede social, alcançou 1 milhão de visualizações na página do SBT Jornalismo na plataforma de Mark Zuckerberg.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Novo Mundo?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook