LÍDER VIRTUAL

SBT supera Globo, BBC e NBC e vira a maior emissora do mundo... na web

Fotos: Reprodução/YouTube

 - Fotos: Reprodução/YouTube

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 10/06/2018, às 07h39

Na luta pelo segundo lugar no Ibope na TV brasileira, o SBT é líder mundial de público na internet. Seu canal no YouTube acaba de atingir a marca de 5,4 milhões de inscritos, à frente de gigantes como a Globo (1,4 milhão), a britânica BBC (4,8 milhões) e a norte-americana NBC (589 mil). Se considerados canais associados ao do SBT, como o da novela As Aventuras de Poliana e o do apresentador Celso Portiolli, os inscritos chegam a 37 milhões.

O sucesso não é por acaso: a emissora disponibiliza na internet capítulos inteiros de suas tramas infantis, entrevistas do The Noite e edições completas do humorístico A Praça É Nossa e das atrações de Silvio Santos, Eliana e Ratinho.

"Além dos programas inteiros e de conteúdos exclusivos, temos um terceiro ponto como o coração da nossa estratégia online, que é a cultura do fã. O SBT é uma emissora que tem fãs de verdade, e nós trabalhamos voltados para os SBTistas", explica Giuliano Chiaradia, gerente de conteúdo digital do SBT.

Para o executivo, a emissora tem a seu favor a memória afetiva do público brasileiro. "Trabalhamos com a empatia, sentimos que o público tem um carinho especial pelo SBT. Porque o canal já entrou para a cultura popular do país. Tenho certeza de que todo mundo, seja você, seu pai ou seu irmão, tem alguma lembrança do Silvio Santos, do Bozo ou do Chaves, para guardar com carinho", justifica.

O investimento na internet também forma um novo público, em especial o que busca as tramas infantojuvenis da emissora. A novela Carinha de Anjo, que exibiu seu último capítulo na quarta (6), acumulou mais de 1,5 bilhão de views, entre vídeos exclusivos, clipes e seus mais de 400 capítulos. As Aventuras de Poliana, no ar há menos de um mês, já soma 862 mil inscritos e 76 milhões de visualizações.

Maisa Silva no Rap da Água, de Carinha de Anjo: clipe já supera 20 milhões de visualizações

De olho nesse grande público virtual, a emissora passou a produzir programas especialmente para a web. Na sexta (8), estreou uma versão online do Em Nome do Amor, clássico de paquera comandado por Silvio Santos na década de 1990, agora com apresentação de Celso Portiolli. O remake terá duração limitada: trata-se de uma ação comercial de uma marca de chocolate para o Dia dos Namorados.

Novas atrações estão a caminho: a jovem Maisa Silva está gravando um programa, o SBT Digital, previsto para estrear depois da Copa da Rússia. A atração foi pensada para ser exclusiva da web, mas tudo indica que deve ser exibida também na TV.

A escolha de Maisa para a produção se deve à forte presença da estrela adolescente na internet: seu canal no YouTube soma 4,2 milhões de inscritos; no Instagram, são 14 milhões de seguidores e no Twitter, 3,5 milhões.

Maisa fez um "test drive" antes de ser escolhida para o SBT Digital: Juju Almeida, papel que ela viveu em Carinha de Anjo, tinha um canal no YouTube. No Vlog da Juju, Maisa entrevistava famosos como Patricia Abravanel, Carlos Alberto de Nóbrega e o cantor Daniel, comentava temas populares e recebia outros personagens da novela.

Além da emissora
O investimento na internet supera os limites da emissora. "Temos um modelo de parceria com o YouTube, chamado de Enterprise, que transforma o SBT em um grande agregador de conteúdo, com a possibilidade de conectar canais de terceiros", explica Chiaradia.

Em termos gerais, isso significa que o canal do SBT no YouTube reúne dezenas de outros canais. Atualmente, são mais de 20, mas o número vai crescer. "Nosso radar está sempre ligado para detectar novos nomes. E não é um projeto exclusivo para contratados do SBT", ressalta o gerente.

"É um serviço de caça-talentos online. A gente obviamente faz a curadoria do conteúdo produzido, dá todo o apoio a esses youtubers, e potencializa a audiência desses canais em novos modelos comerciais." 

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook