CONTAS NO VERMELHO

Crise na Globo de Goiás provoca demissão em massa e redução de telejornais

REPRODUÇÃO/TV ANHANGUERA

Matheus Ribeiro segue no comando do JA2, da TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás; crise provoca demissões - REPRODUÇÃO/TV ANHANGUERA

Matheus Ribeiro segue no comando do JA2, da TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás; crise provoca demissões

GABRIEL PERLINE - Publicado em 06/06/2019, às 05h24

Em queda livre nos índices de audiência, a TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás, vem promovendo uma onda de demissões e reduziu drasticamente sua cobertura jornalística no Estado. A emissora decidiu encerrar seis telejornais, desligou em torno de 100 funcionários e está sendo pressionada pela matriz para reverter o quadro crítico.

A partir do dia 17 deste mês, a emissora deixará de produzir a segunda edição do Jornal Anhanguera, exibida entre as novelas Órfãos da Terra e Verão 90, em suas seis geradoras do interior, instaladas nas cidades de Catalão, Itumbiara, Anápolis, Rio Verde, Jataí e Luziânia.

Esses seis serão substituídos por um único telejornal, que terá a apresentação de Luciano Cabral, será gravado três horas antes de ir ao ar e distribuído para todas as cidades do interior do Estado. Na capital, Goiânia, Matheus Ribeiro (foto) seguirá ao vivo no comando do JA2.

O clima interno é de enorme apreensão. Todas as mudanças no vídeo serão impostas em menos de duas semanas, e os funcionários que seguem na emissora temem a demissão. E o problema é que nenhum chefe se posicionou ou enviou um comunicado interno para explicar os motivos desta reestruturação.

O Notícias da TV tentou contato por telefone e por e-mail com Brenda Freitas, diretora de Jornalismo da TV Anhanguera, mas não obteve resposta até a publicação deste texto.

Orlando Faria, diretor de programação, ficou irritado com as perguntas e proferiu palavras de baixo nível, que optamos não reproduzir, quando a reportagem apenas lhe pediu o contato da assessoria de imprensa da emissora --que não possui esse departamento.

Pertencente ao Grupo Jaime Câmara, a TV Anhanguera tem fechado no vermelho nos últimos anos. Os ganhos com publicidade caíram, e desde 2017 diversas mudanças em sua estrutura foram promovidas, com demissões de executivos e grandes nomes de seu casting, que não foram suficientes para conter os danos.

De todos os telejornais produzidos pela TV Anhanguera, o único que não apresenta problemas em termos de audiência é o Bom Dia Goiás. Os demais sofrem com a concorrência e há dias em que a afiliada da Globo figura em terceiro lugar no Ibope, atrás da Record e do SBT.

Amaury Soares, diretor de programação da Globo, esteve na TV Anhanguera para investigar os problemas da emissora e tentar ajudá-la a reverter a queda na audiência, mas não tomou nenhuma decisão imediata. Procurada para comentar a interferência do executivo na afiliada, a assessoria da rede não se manifestou.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu casal favorito no Power Couple?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook