Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DADOS INÉDITOS

Consumo do Globoplay dispara 119% em um ano e bate recorde com BBB21

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Gilberto e Juliette sorridentes no BBB21, da Globo

Gilberto e Juliette sorridentes no BBB21; reality impulsionou consumo do Globoplay neste ano

VINÍCIUS ANDRADE e LUCIANO GUARALDO

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 24/4/2021 - 7h15
Atualizado em 24/4/2021 - 7h20

Com transmissão 24 horas do Big Brother Brasil desde 2019, o Globoplay se consolidou como a principal plataforma para acompanhar o reality show em tempo real. O sucesso de audiência do BBB21 na Globo fez o consumo do serviço de streaming disparar 119,6% na comparação com o ano anterior e bater recorde em março de 2021.

No mês passado, os usuários do Globoplay assistiram a 253,3 milhões de horas de conteúdo, mais do que o dobro das 115 milhões de horas consumidas em março do ano passado, quando a plataforma teve uma alta com o início da quarentena no Brasil --antes da pandemia, o tempo de uso ficava na casa dos 40 milhões de horas por mês.

Para se ter uma ideia do crescimento, em novembro de 2015, mês de lançamento do Globoplay, o tempo de todos os usuários na plataforma era de apenas 6,6 milhões de horas. Os dados foram apresentados recentemente por Erick Brêtas, diretor-geral do streaming do Grupo Globo, durante uma conversa com profissionais do audiovisual da qual o Notícias da TV participou.

Ao contrário de plataformas como a Netflix e o Prime Video, o Globoplay tem parte de seu conteúdo liberado para não-assinantes, o que não é o caso do 24 horas do BBB21, disponível apenas para quem paga pelo menos o plano padrão, que custa R$ 22,90 por mês.

Ainda de acordo com os dados exibidos no evento por Brêtas, cada assinante passou uma média de 35,3 horas por mês consumindo conteúdo no streaming da Globo, considerando o primeiro trimestre de 2021 --eram 9,6 horas em 2018; 20,0 em 2019; e 33,4 em 2020.

O Globoplay não divulga quantos clientes pagantes usam a plataforma atualmente, mas o serviço superou no último ano, quando passou a vender e disponibilizar todos os canais Globosat e serviços como o Premiere e o Telecine Play dentro do streaming, o número de 20 milhões de usuários --entre assinantes e quem usa gratuitamente.

Efeito BBB21

Desde a primeira semana de BBB21, o Globoplay começou a bater recordes. No dia seguinte à estreia, quando foi disputada uma prova de resistência por imunidade, o número de assinaturas foi 11 vezes maior do que a média.

Com um número maior de usuários, o streaming também passou a ser mais utilizado e chegou a ter 6,1 milhões de horas de consumo, número que superou uma marca de 5,1 milhões de horas conquistada durante o BBB20.

Em 29 de março, logo depois de um Jogo da Discórdia, a 21ª temporada do Big Brother Brasil também colaborou para um recorde de acessos simultâneos, com 2.588.833 acessos ao mesmo tempo às 23h54, pouco depois do encerramento do programa na Globo, conforme noticiou o colunista Mauricio Stycer, do UOL.


Leia também

Web Stories

+
Caso Evandro e A Mulher na Janela chegam aos streamings; saiba maisPróximos filmes da Marvel têm Pantera Negra e Os Eternos; confira lista completaAplauso final: Despedida de Paulo Gustavo abala família, amigos e fãsComo fênix, Juliette renasceu dentro do BBB21; relembre a trajetória da finalistaPlanta faz isso? Mesmo sem protagonismo, Camilla chega à final do BBB21

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou dos casais do Power Couple Brasil 5?