Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

BATEU EDIÇÃO 2020

BBB21 faz Globoplay bater recorde de assinaturas e consumo; veja números

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Os participantes no jardim casa do BBB21, da Globo, comemorando

Os participantes na casa do BBB21 comemorando; reality show aumentou consumo do Globoplay

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 28/1/2021 - 16h07

O BBB21 ainda não completou nem uma semana, mas já rendeu números históricos para o Globoplay, que exibe conteúdo 24 horas do reality show. Na terça-feira (26), um dia depois de o programa entrar no ar, o streaming do Grupo Globo bateu recorde de assinaturas; na quarta (27), a plataforma teve o seu melhor desempenho em consumo de horas.

Dados obtidos pelo Notícias da TV apontam que no dia seguinte à estreia, quando foi disputada uma prova de resistência por imunidade, o número de assinaturas foi 11 vezes maior do que a média.

Com um número maior de usuários, o Globoplay também passou a ser mais utilizado. Ontem, a plataforma teve 6,1 milhões de horas de consumo, um recorde histórico, que superou um dia movimentado no BBB20.

Até então, o melhor desempenho do streaming da Globo nesse quesito tinha sido registrado em 1º de abril de 2020, quando os clientes acumularam 5,1 milhões de horas consumidas. Naquela data, Felipe Prior foi eliminado em um paredão que registrou 1,5 bilhão de votos, em uma disputa direta com Manu Gavassi.

Os acessos nos primeiros dias de BBB21 foram tão altos que o Globoplay passou por períodos de instabilidade, sobretudo quando o programa chega ao fim na Globo e os telespectadores correm para o streaming para continuar acompanhando a casa.

Nas noites de segunda e terça, usuários relataram que não estavam conseguindo assistir ao conteúdo; outros sofreram com a imagem. Nas redes sociais, o Globoplay confirmou a instabilidade e explicou que a questão já estava solucionada.

"Travei todo com tanta emoção no primeiro dia [de BBB21]. Todo mundo saiu correndo pra ver a prova de imunidade e, mesmo a nossa infraestrutura sinistra que nem [os recordistas] Kaysar e Ana Clara em provas de resistência, não deu conta de tanto acesso. Desculpa, galera! Já está tudo normalizando por aqui!", escreveu o Globoplay.

O streaming ocupou um espaço que era do pay-per-view. Com duas opções de "acompanhe a casa", além de 11 câmeras exclusivas espalhadas pela sede, a plataforma tem um custo de R$ 22,90 mensal e fez com que as operadoras de TV paga também colocassem o mesmo preço no serviço 24 horas. 

Veja o post do Globoplay sobre a instabilidade abaixo:


Leia também

Web Stories

+
Como Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?