Cinema na TV

Canal TNT lança festival de curtas para revelar nova geração de cineastas

Divulgação

Rogério Gallo e Marina Person em seminário que discutiu a produção de curtas no Brasil - Divulgação

Rogério Gallo e Marina Person em seminário que discutiu a produção de curtas no Brasil

DANIEL CASTRO - Publicado em 18/04/2016, às 10h56

Um dos canais mais vistos da TV por assinatura brasileira, a TNT lança hoje seu primeiro Festival de Curtas. O evento vai selecionar seis projetos de curta-metragens que serão produzidos no segundo semestre deste ano e exibidos na TNT na virada de 2016 para 2017. O festival tem a pretensão de revelar uma nova geração de cineastas e de se tornar referência para o cinema nacional. "Tenho a expectativa de que o festival entre no calendário anual da TNT. Espero que daqui a algum tempo tenhamos orgulho de apresentar talentos revelados pelo festival", diz Rogério Gallo, vice-presidente dos canais de entretenimento da Turner.

O festival receberá projetos não apenas de recém-formados em cinema, já que o curta-metragem é a porta de entrada no mercado de grande parte dos cineastas, mas também de roteiristas e diretores experientes que possuem projetos de curtas mas não conseguem viabilizá-los economicamente.

Para participar do festival, o interessado deverá inscrever um roteiro de curta-metragem, com duração de 10 a 15 minutos, no site oficial do evento. Se o profissional for apenas roteirista, e não for dirigir o curta, deverá indicar um diretor de sua confiança. Serão aceitos apenas projetos de ficção (curtas de animação e documentais não terão lugar nesta primeira edição). Os curtas terão de ter "aderência" à TNT. Ou seja, terão que ter o perfil dos filmes que o canal exibe. Não poderão ser herméticos nem de terror. Além desses critérios, serão levados em consideração a originalidade e a criatividade do roteiro.

Os projetos serão analisados por um júri de especialistas. Os seis selecionados serão contratados pela Movie&Arte, que tratará de produzi-los. A TNT não divulga o valor que investirá em cada curta. "A gente vai avaliar o tamanho dos filmes e vamos investir conforme a necessidade de cada filme", diz Gallo.

Os roteiros passarão por uma curadoria antes das filmagens. "A gente vai assessorar com um script doctoring, mas sempre no sentido de aprimorar, não de intervir", salienta o vice-presidente de entretenimento da Turner. A Movie-Arte fornecerá estúdios, câmeras e demais equipamentos para a filmagem. Também dará apoio na seleção e contratação do elenco e na elaboração do plano de filmagem. 

O festival de curtas foi apresentado no último dia 12 com um seminário, em São Paulo, que discutiu o panorama da produção do formato. Vídeo com a íntegra do seminário e as instruções para inscrição no festival estão no site oficial. Clique aqui e acesse.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Tudo sobre

Cinema TNT

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook