Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MISTURA POP

Musical adolescente, A Semana da Minha Vida é Camp Rock gospel da Netflix

RICHARD PETERSON/NETFLIX

Will (Kevin Quinn) e Avery (Bailee Madison) aparecem de mãos dadas em um deque em cena musical de A Semana da Minha Vida

Will (Kevin Quinn) e Avery (Bailee Madison) em cena musical de A Semana da Minha Vida

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 6/4/2021 - 6h45

Nova aposta adolescente da Netflix, A Semana da Minha Vida faz uma mistura pop que pode agradar aos fãs de Camp Rock, High School Musical e até mesmo Harry Potter. Com vários clichês típicos do gênero, o filme tem uma única (mas grande) diferença: uma pitada gospel. O romance teen se passa em um acampamento de verão religioso e traz até uma moral da história no fim.

Dirigido por Roman White, o longa chegou ao catálogo da plataforma no último dia 26 e figurou entre os títulos mais vistos do Top 10. A trama gira em torno do rebelde Will Hawkins (Kevin Quinn), um adolescente que está acostumado a desafiar a lei.

Após frequentar vários lares temporários --e não se adaptar a nenhum--, ele precisa fazer uma escolha: ir para o reformatório juvenil ou para o acampamento cristão Aweegaway.

Sem saída, ele acaba optando pela segunda opção. A situação lembra as franquias clássicas da Disney, já que Shane Gray (Joe Jonas) vai obrigado ao acampamento musical em Camp Rock (2008) e Troy Bolton (Zac Efron) cai de paraquedas no grupo de teatro de High School Musical (2006).

Totalmente deslocado ao chegar no local, Will conta com a ajuda de George (Jahbril Cook) para se enturmar. Logo no primeiro dia, ele passa por uma cerimônia para descobrir para qual equipe entrará. O momento é bastante semelhante ao que ocorre em Harry Potter com o Chapéu Seletor.

Rapidamente, o rapaz se interessa por Avery (Bailee Madison, de Ponte para Terabítia), filha do dono do acampamento que frequenta o lugar desde pequena. Muito ligada à religião, a mocinha é completamente diferente do protagonista, que não acredita em Deus desde que seus pais morreram em um acidente. Tal fator dá um ar de "os opostos se atraem" ao filme e até promove um embate entre os dois sobre suas crenças --ou falta delas.

Toda a história é narrada em meio a vários números musicais, que usam e abusam de estéticas bonitas e trazem uma mensagem de fé ao longa. As canções e as danças até conseguem camuflar o enredo frágil e pouco aprofundado. Há ainda muitas gincanas típicas de acampamentos e referências à cultura pop, como Sr. & Sra. Smith (2005) e Operação Cupido (1998).

Sem surpreender o público, a história açucarada mostra a mudança na vida do jovem, que percebe que encontrou seu lugar no mundo onde e como menos poderia imaginar.

Assista ao trailer de A Semana da Minha Vida:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do final de Amor de Mãe?