HISTÓRIA DE UM CASAMENTO

Como um dramalhão da Netflix desbancou Scorsese e Tarantino no Globo de Ouro

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Scarlett Johansson e Adam Driver no filme História de um Casamento, que concorre em seis categorias no Globo de Ouro

Scarlett Johansson e Adam Driver concorrem ao Globo de Ouro pelo filme História de um Casamento

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 10/12/2019, às 05h15

Lembrado em seis categorias do Globo de Ouro, História de um Casamento desbancou os badalados O Irlandês e Era Uma Vez em... Hollywood, que receberam cinco indicações cada. O filme original da Netflix é um dramalhão com orçamento muito mais modesto do que os longas dirigidos por Martin Scorsese e Quentin Tarantino, mas conseguiu conquistar a crítica com um roteiro preciso sobre os dilemas de um divórcio e pela força do elenco.

Os protagonistas Scarlett Johansson e Adam Driver também concorrem como melhor atriz e ator de drama. No filme, o casal enfrenta um difícil processo de separação.

Com estilo até teatral em alguns momentos, o diretor Noah Baumbach evita usar recursos como flashbacks ou cortes excessivos de câmeras, o que exige um trabalho extra do elenco na hora de dramatizar os textos. E todos os atores conseguem entregar isso para o público.

Além dos personagens principais, a veterana Laura Dern, que já tem quatro estatuetas do Globo de Ouro na estante, disputa como melhor atriz coadjuvante. Essa é a quinta vez que Scarlett concorre ao prêmio; Driver aparece na premiação pelo segundo ano consecutivo --eles ainda não venceram.

Com um homem e duas mulheres indicados, História de um Casamento se diferencia dos filmes de Scorsese e Tarantino no quesito elenco. O Irlandês e Era Uma Vez em... Hollywood têm presença predominantemente masculina, tanto é que ambos emplacaram candidatos em melhor ator e coadjuvante, mas não contam com representantes nas disputas de atriz.

Outra indicação que o drama tem de diferente é a de melhor trilha sonora. Apesar de discretas, as músicas funcionam bem para embalar a trama. Randy Newman é o responsável pelas canções. Ele ficou famoso por seu trabalho em sucessos da Disney, como as sagas de Toy Story, Carros e Monstros S.A., e os filmes Vida de Inseto (1998) e A Princesa e o Sapo (2009). Aqui, entrega um trabalho bem maduro.

História de um Casamento ainda aparece em melhor filme e roteiro, categorias disputadas também por O Irlandês e Era Uma Vez em... Hollywood.

Ser o líder de indicações no Globo de Ouro é um feito e tanto para o drama escrito e dirigido por Noah Baumbach. Seu filme teve um orçamento de "apenas" US$ 18 milhões (R$ 74,5 mi), um valor bem menor do que os US$ 90 milhões (R$ 372,8 mi) usados por Tarantino ou os US$ 140 milhões (R$ 579,2 mi) gastos por Scorsese para fazer seu filme de três horas e meia de duração.

Apresentada pelo comediante Ricky Gervais, a 77ª edição do Globo de Ouro será realizada em 5 de janeiro, no Beverly Hilton, em Beverly Hills. Serão 25 categorias premiadas: 14 delas focadas no cinema e outras 11 para séries e minisséries.

História de um Casamento é a prova de que a Netflix tem cumprido a sua promessa de se tornar a "nova casa do cinema", com opções que vão de filmes populares, que não se enquadram nas premiações, até longas mais "cabeça", com tramas focadas mais na atuação e no roteiro do que nas cenas de ação e comédia.

Assista ao trailer de História de um Casamento:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook