ESTREIA DA SEMANA

Netflix favorita ao Oscar: Por que 'gastar' três horas e meia para assistir O Irlandês?

FOTOS: DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Robert De Niro (à esq.) e Al Pacino em cena de O Irlandês, filme da Netflix

Os setentões Robert De Niro (à esq.) e Al Pacino foram rejuvenescidos digitalmente para O Irlandês

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 12/11/2019, às 05h23

Reconhecida pelo público e premiada pela crítica por suas séries, a Netflix lança nesta quinta (14) seu filme mais caro, mais longo e com mais chances de vencer nas principais categorias do Oscar. Em O Irlandês, o serviço de streaming reúne o diretor Martin Scorsese, vencedor de uma estatueta em 2007, com Os Infiltrados, e três atores que também já ganharam Oscars: Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci.

Foram investidos US$ 175 milhões (R$ 726,7 milhões) para produzir um filme com três horas e meia de duração, muito além das duas horas que um longa costuma ter. Mas é um tempo que vale a pena ser gasto --ou investido, nesse caso.

O Irlandês é baseado no livro I Heard You Paint Houses (Eu Ouvi Dizer Que Você Pinta Casas, um código para dizer que a pessoa cometia assassinatos), que no Brasil ganhou o nome O Irlandês: Os Crimes de Frank Sheeran a Serviço da Máfia. A obra foi escrita pelo jornalista norte-americano Charles Brandt, que recebeu o diário de Frank "O Irlandês" Sheeran pouco antes que o mafioso morresse, em 2003. Ou seja, trama é baseada em acontecimentos reais.

Sheeran é interpretado por Robert De Niro. O ator de 76 anos foi rejuvenescido digitalmente para dar vida ao veterano da Segunda Guerra Mundial que virou motorista ligado ao sindicato e se tornou um assassino profissional, a serviço de Russell Bufalino (Joe Pesci), líder da máfia na Pensilvânia.

Uma parte considerável do orçamento de O Irlandês foi gasto para deixar os setentões De Niro, Al Pacino (79) e Joe Pesci (76) mais jovens. É que a trama começa a ser contada na década de 1950 e vai até os anos 1990 e 2000. Scorsese não quis mudar seus atores para as diferentes fases da narrativa.

Depois de uma hora de apresentação dos principais personagens e a introdução de como as relações entre a máfia foram construídas, o filme engrena a partir da entrada do líder sindical Jimmy Hoffa, interpretado por um dos favoritos ao Oscar de melhor ator coadjuvante, o veterano Al Pacino. Sua atuação é intensa, cômica e dá o ritmo que o longa precisa.

 

Martin Scorsese (à dir.) dirige cena com Robert De Niro e Joe Pesci em O Irlandês, da Netflix

O longa de Scorsese ainda se propõe a dar uma resposta para uma pergunta que intrigou os norte-americanos na década de 1970. O que aconteceu com Jimmy Hoffa: foi morto? Sumiu? Cometeu suicídio?

Para quem gosta de dramas baseados em acontecimentos reais, atuações marcantes, filmes "oscarizados" e tramas sobre mafiosos, O Irlandês passará a ser uma obra indispensável a partir de 2020, quando, ao que tudo indica, será o arrasa-quarteirão na principal premiação do cinema mundial.

Segundo o site Gold Derby, que analisa a probabilidade de cada longa no Oscar, o de Scorsese é cotado para indicações a melhor filme, diretor, ator (De Niro), coadjuvante (Pacino e Pesci), roteiro adaptado, edição, fotografia e design de produção.

Estreia nos cinemas

O Irlandês estreia em 19 cinemas selecionados nesta quinta, 14 de novembro. O longa será liberado para os assinantes da Netflix em 27 de novembro. Veja abaixo a lista de salas e cidades que exibirão o longa a partir desta semana:

Cine Líbero Luxardo - Belém
Cine Cultura Liberty Mall - Brasilia
Cine Passeio - Curitiba
Cinemulti - Florianópolis
Paradigma Cine Arte - Florianópolis
Cine Teatro São Luiz - Fortaleza
Cinema do Dragão - Fortaleza
Cineart UFF - Niterói
Cine Cultura Palmas - Palmas
Guion Center Cinemas - Porto Alegre
Moviemax Rosa e Silva - Recife
Estação NET RIO - Rio de Janeiro
Estação Gávea - Rio de Janeiro
SaladeArte Cine Passeo - Salvador
Roxy Pátio Iporanga - Santos
Petra Belas Artes - São Paulo
Cinemateca Brasileira - São Paulo
Cinemas Teresina - Teresina
Cine Sesc Glória - Vitória

O Irlandês: trailer e sinopse

Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci estrelam O Irlandês, saga épica do diretor Martin Scorsese sobre o crime organizado nos Estados Unidos pós-guerra. Ela é contada sob a perspectiva do veterano da Segunda Guerra Mundial Frank Sheeran, um assassino profissional que trabalhou ao lado de algumas das personalidades mais marcantes do século 20.

O filme narra um dos grandes mistérios não resolvidos da história americana, o desaparecimento do lendário líder sindical Jimmy Hoffa, e se transforma em uma jornada monumental pelos corredores do crime organizado: seus mecanismos, rivalidades e associações políticas. Assista ao trailer abaixo:

Tudo sobre

Netflix O Irlandês

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que falta para Amor de Mãe conquistar mais audiência?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook