Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PREMIAÇÃO

Streaming supera preconceito dos críticos e derruba veteranos no Globo de Ouro

Wilson Webb/Netflix

Scarlett Johansson e Adam Driver em cena de História de um Casamento, filme original da Netflix

Scarlett Johansson e Adam Driver em História de um Casamento, da Netflix: líder em indicações

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 9/12/2019 - 12h52

Enquanto votantes do festival de Cannes torcem o nariz para serviços de streaming e consideram que produções das plataformas online não são cinema, o Globo de Ouro abriu as portas para o futuro e abraçou a nova maneira de prestigiar a sétima arte. A Netflix conseguiu 17 indicações, contra 10 da Sony, a distribuidora "tradicional" mais lembrada pelos críticos Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood.

É uma virada e tanto para a gigante do streaming, que nunca havia sido indicada à categoria principal da premiação. Para compensar, nas nomeações deste ano a Netflix emplacou nada menos do que três dos cinco concorrentes a melhor filme de drama: estão no páreo História de um Casamento, O Irlandês e Dois Papas. Os três longas da empresa competem com Coringa, da Warner, e 1917, da Universal.

Entre os longas de comédia, o desempenho da plataforma foi mais singelo, mas ela estará representada por Meu Nome É Dolemite, estrelado por Eddie Murphy --que também foi indicado a melhor ator depois de 12 anos longe do prêmio.

O bom desempenho da Netflix no Globo de Ouro foi impulsionado por três filmes bem diferentes. Líder em indicações, o drama íntimo História de um Casamento, com formato quase teatral, rendeu nomeações para Adam Driver (ator), Scarlett Johansson (atriz), Laura Dern (atriz coadjuvante), além de melhor roteiro para Noah Baumbach e trilha sonora para Randy Newman.

Já a superprodução O Irlandês, com suas incríveis 3 horas e meia de duração, não conseguiu emplacar seu protagonista, Robert De Niro, mas é representado por dois atores coadjuvantes, Joe Pesci e Al Pacino --que interpretou Jimmy Hoffa. Martin Scorsese também concorre como melhor diretor, e tem boas chances de levar.

Por fim, o brasileiro Fernando Meirelles ficou de fora da premiação, mas seu longa Dois Papas conseguiu quatro indicações: além de melhor filme de drama, a produção concorre em melhor ator (Jonathan Pryce), ator coadjuvante (Anthony Hopkins) e roteiro (Anthony McCarten, de Bohemian Rhapsody).

Principal rival da Netflix no streaming, a Amazon conseguiu três indicações: Emma Thompson concorre como atriz de comédia por Late Night, Annette Bening está na disputa de atriz coadjuvante por O Relatório, e o francês Os Miseráveis terá concorrência pesada em melhor filme de língua estrangeira.

Considerado uma das principais prévias do Oscar, o Globo de Ouro anunciará seus vencedores em uma cerimônia que será realizada em 5 de janeiro.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?