Alexia Dechamps

Xingada de racista por nordestinos, atriz vence o Facebook na Justiça

Leo Franco/Agnews

A atriz Alexia Dechamps em evento de uma joalheria; ela ganhou processo contra o Facebook - Leo Franco/Agnews

A atriz Alexia Dechamps em evento de uma joalheria; ela ganhou processo contra o Facebook

REDAÇÃO - Publicado em 07/08/2018, às 05h26

Alexia Dechamps obteve uma primeira vitória em processo que move contra o Facebook. A atriz e ativista social dos direitos dos animais criticou uma prática cultural nordestina (e os próprios nordestinos) e foi execrada em vídeos publicados na rede social, chamada de racista e drogada. Alexia, de 49 anos, entrou com ação para que a plataforma retirasse o conteúdo prejudicial a ela e conseguiu uma liminar.

O juiz do caso, que corre na 13ª Vara Cível do Rio de Janeiro, determinou que o Facebook tire do ar seis vídeos que apresentam conteúdo ofensivo para Alexia. A multa, caso a liminar não seja cumprida, é de R$ 5 mil por dia para a rede social.

O caso de Alexia Dechamps existe desde outubro de 2016, época em que ela compareceu a uma audiência na Câmara dos Deputados e se colocou contra a vaquejada, uma competição em que dois vaqueiros, montados à cavalo, têm que derrubar um boi puxando-o pelo rabo.

Considerada parte da cultura nordestina, a atividade é muito criticada por caracterizar maus-tratos aos animais e chegou a ser proibida pelo Supremo Tribunal Federal. 

Durante a audiência, no entanto, Alexia discutiu com deputados do Nordeste e falou as seguintes frases: "Calem a boca que nós já pagamos o Bolsa Família de vocês. Meu dinheiro paga muita Bolsa Família pro Nordeste. E muito brasileiro sabe disso".

No mesmo dia, vários vídeos da cena foram publicados no Facebook, alguns na página do deputado federal Pedro Vilela, do PSDB de Alagoas. Em um dos posts, ele aparece fazendo um discurso no Senado Federal em que acusa Alexia de racismo.

Defendida por Sylvio Guerra, o "advogado das estrelas", a atriz solicitou na Justiça a retirada do ar de quatro vídeos do perfil oficial de Vilela. O mais ofensivo, porém, é o da página Na Política e na Rua. No material, o poeta Oliver Brasil dá uma resposta agressiva para Alexia, em rimas com vários insultos.

"Sua infeliz, tu fumou droga ou tá louca? Quanto te pagaram pra fazer da boca c*? Falar que o Bolsa Família tem sido uma assistência é ser muito atrevida e testar nossa paciência. Tu vive lá nos teus luxos, olhando só pro teu bucho, escorada em patrocínio com essa fala enfadonha. Tu não tem autoridade pra falar do meu Nordeste. Nem você nem nenhum desses filhos da peste que inventaram a palhaçada de mexer com a vaquejada. Xenofóbica, mau caráter, se usar a sensatez, desfaça a merda que fez".

"Além de ser cultura, vaquejada é tradição. Nós não somos obrigados a assistirmos sentados seu preconceito vulgar, e vou falar de uma vez: por tudo que você fez, lhe aconselho a se tratar. Se aqui fosse um país sério, tu já tava na cadeia. Volte pro mar, oferenda, se respeita, tome tino. Isso só pode ser pó. Você não vale o "Ó" da palavra nordestino. Tu é o que, retardada ou quer chamar a atenção? Não mexa em nossa cultura", concluiu o poeta.

Em liminar (decisão provisória) concedida na semana passada, o juiz entendeu que os vídeos têm conteúdo ofensivo e danoso e determinou que sejam retirados imediatamente do ar. O Facebook tem 48 horas para tornar as páginas indisponíveis para os usuários _caso contrário, deverá pagar multa. Até ontem (6), só uma das seis páginas não existia mais. As outras ainda estavam no ar.

O Notícias da TV entrou em contato com a atriz Alexia Dechamps e com a assessoria de imprensa do Facebook no Brasil. Ambos não se pronunciaram. O Facebook ainda pode recorrer da decisão.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook