Ex-Bom Dia e Cia

Aos 37 anos, Jackeline Petkovic luta contra estigma de apresentadora infantil

Divulgação

A apresentadora Jackeline Petkovic, que ficou famosa como apresentadora infantil no SBT - Divulgação

A apresentadora Jackeline Petkovic, que ficou famosa como apresentadora infantil no SBT

FERNANDA LOPES - Publicado em 06/08/2018, às 06h18

Com mais de 20 programas de TV no currículo, Jackeline Petkovic ainda é lembrada por boa parte do público e da mídia como apresentadora infantil. A profissional de 37 anos comandou entre 1998 e 2003 o Bom Dia e Cia, programa do SBT que completou 25 anos na quinta (2). O rótulo incomoda Jackeline. Ela revela que chegou a recusar propostas de trabalho porque quer se livrar do estigma de apresentadora infantil.

"Tive alguns convites. Mas pensei: 'E agora?'. Seria retroceder... Com todo o trabalho que eu fiz para direcionar a minha imagem para outro público, vou voltar? Eu acredito que esse tempo já passou. Poderia até voltar a trabalhar no infantil, mas dirigindo ou produzindo, atrás das câmeras, no lado da criação. Mas estar à frente de programa, disso eu já passei o bastão", afirma.

Com 37 anos, Jackeline tem mais de duas décadas de carreira na televisão e fez todo um trabalho com sua assessoria para transformar sua imagem e mostrar que tem potencial para falar de diversos assuntos.

"Várias empresas, quando eu chegava pra conversar sobre trabalho, falavam que a minha imagem era muito limitada ao público infantil. Isso se mostrava uma dificuldade para crescer, abranger uma faixa etária maior. Acabei crescendo, mas as pessoas não viram. Consegui me desvencilhar fazendo um posicionamento novo, mudando toda a estratégia de marketing, de ação. Acho que se reinventar é mais complicado do que estrear. Mas existe espaço pra todos, basta conquistá-lo", diz.

O último programa de Jackeline na TV foi o Plantão Animal (2016-2017), da RedeTV!. Agora, ela busca encontrar não só um espaço, mas também foco para um novo trabalho. A apresentadora conta que tem vários assuntos e projetos aos quais gostaria de se dedicar, mas ainda não chegou a um consenso consigo mesma.

"Tenho um conflito muito grande dentro de mim, gosto de falar sobre muitos assuntos. Maternidade, crianças, família, música, moda, pets [mundo animal]. Mas não adianta querer falar sobre tudo, na TV precisa achar um foco. Tenho alguns projetos que escrevi e tive convites [de canais pagos], estou analisando. Tenho vários caminhos, preciso ver qual deles vou tomar. Quero fazer um milhão de coisas, minha cabeça é borbulhante", conta.

reprodução/sbt

Jackeline Petkovic ao lado do boneco Melocoton no cenário do Bom Dia e Cia, no SBT

Senhor Barriga e contos infantis
Além de pensar em novos projetos, Jackeline dedica seu tempo aos cuidados com a casa e negócios pessoais. Casada e mãe de um garoto de 11 anos, ela também assumiu o controle da empresa da família. "A gente mexe com administração de bens. Nós construímos e alugamos galpões industriais. Tenho meus dias de Senhor Barriga [personagem de Chaves]", brinca.

A apresentadora trabalha desde os 16 anos, quando entrou para o elenco do programa Fantasia (1997-2000), no SBT. Um ano depois, foi convocada por Silvio Santos para substituir Eliana no Bom Dia. Fez mais de mil edições do programa.

"Chegava às 6h da manhã pra gravar, depois ia correndo para a faculdade, fiz curso de Propaganda e Marketing. Mas o Bom Dia foi minha realização. Muita gente falava 'Você foi minha babá', porque deixavam a criança na frente da TV. Eu fico muito orgulhosa, eram milhares de lares brasileiros que me assistiam, e é difícil bolar um programa todo dia. O conteúdo para criança precisa ser dinâmico, divertido", explica.

Apesar de não querer mais voltar a esse trabalho na televisão, Jackeline tem também um projeto direcionado ao público infantil. Ela tem escrito contos para crianças, que pretende publicar digitalmente.

"Venho escrevendo alguns contos infantis, a ideia é que seja uma coleção de vários contos. Já tenho cinco finalizados, minha proposta é que sejam 27. Conversei com algumas pessoas, mas não tenho nada fechado com editora ainda. Hoje a preferência é pelos e-books, e acho que esse seria meu foco para lançar", promete.

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook