Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NA ENFERMARIA

Um mês após morte de Aleksandro, Conrado deixa a UTI: 'Corrente de fé'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Os cantores Aleksandro e Conrado, abraçados, cantam juntos durante um show

Os cantores Conrado e Aleksandro durante um show; eles sofreram um acidente no início de maio

DANIEL FARAD

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 8/6/2022 - 11h04

O sertanejo Conrado deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) um mês depois do acidente que matou o parceiro Aleksandro e outras cinco pessoas da equipe da dupla. Ele segue internado no Hospital de Registro, em São Paulo, e ainda não há previsão de alta. "João, Júlio e seus familiares agradeceram a corrente de fé pela vida deles", disse a equipe do cantor, em nota.

O músico, que se chama João Vitor Moreira Sales, está consciente, estável e em respiração espontânea na enfermaria da casa de saúde. Além dele, o baixista Júlio César Bugoli Lopes também segue em plena recuperação e não precisa mais de cuidados intensivos.

"Mais um passo dado, e os planos de Deus são muito maiores do que os meus! Após um mês ainda tenho meus momentos particulares de luto, que vou compartilhar com vocês assim que me recuperar e tiver alta definitiva", comemorou ele, em seu perfil no Instagram.

Conrado chegou à instituição em estado grave e passou por uma cirurgia para controle de sangramento e também para correção de uma fratura na bacia. Ele passou por mais uma intervenção em 1º de junho para fazer um enxerto nos ferimentos das costas.

Relembre o acidente

Os sertanejos voltavam de um show no Paraná quando o ônibus em que estavam tombou na Rodovia Régis Bittencourt, na altura de Miracatu (SP), em 7 de maio. Além de Aleksandro, outras cinco pessoas morreram na tragédia.

A Polícia Civil investiga as causas do acidente. Segundo o G1, o laudo do IC (Instituto de Criminalística) revelou que os pneus do veículo apresentavam sinais de explosão. A principal hipótese é de que ele tenha saído de controle após colidir contra algum obstáculo na vida.

Quem são as vítimas?

O primeiro nome confirmado entre as mortes foi o de Aleksandro, ele tinha 34 anos. As outras cinco vítimas foram os músicos Wisley Aliston Roberto Novaes, Marzio Allan Anibal e Roger Aleixo Calgnoto, e os técnicos Giovani Gabriel Lopes dos Santos e Gabriel Fukuda.

O veículo tinha a bordo 19 pessoas, entre elas os dois cantores. De acordo com o corpo de bombeiros que fez o resgate, todas as vítimas fatais foram retiradas das ferragens.

Leia a nota da dupla Conrado e Aleksandro na íntegra

João Vitor Moreira Sales (Conrado) e Júlio César Bigoli Lopes continuam internados no Hospital de Registro, em São Paulo, e desde segunda (8) seguem em recuperação na enfermaria. Ainda não há previsão de alta.

Neste dia que marca um mês do acidente em Miracatu (SP), João, Júlio e seus familiares agradecem a corrente de fé pela vida deles e pedem que se mantenham em orações pelas famílias enlutadas e por toda a equipe que vive um momento de muita saudade.

TUDO SOBRE

Acidente


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.