Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PESSIMISTA

Tony Ramos critica humanidade pós-pandemia: 'Continuará mau-caráter'

Reprodução/TV Globo

Tony Ramos com expressão dramática em cena como Olavo na novela O Sétimo Guardião (2018)

Tony Ramos como Olavo na novela O Sétimo Guardião (2018); ator está pessimista com relação ao ser humano

REDAÇÃO

Publicado em 24/7/2020 - 9h45

Cumprindo a quarentena desde o início da pandemia do novo coronavírus, em março, Tony Ramos está pessimista com relação ao que o ser humano poderá tirar de aprendizado da situação que o mundo vive atualmente. Reservado para a próxima novela de João Emanuel Carneiro, autor de Avenida Brasil (2012), o ator acredita que algumas pessoas se tornarão ainda mais maldosas, egoístas e maus-caracteres.

"Acho que não vai mudar para melhor. Lamento. Quando o ser humano tende à soberba ou à ganância, basta perceber que está melhor de saúde, que a vacina foi descoberta e, se for mau-caráter, continuará sendo", declarou em entrevista à revista Ti ti ti desta semana.

Ao ser questionado sobre como reagiu à Covid-19, o veterano admitiu temer pela sua vida. "Fiquei preocupado. Estamos sujeitos a tudo. Uma gripe comum pode virar uma pneumonia", completou o artista, apostando que o isolamento social deve durar um bom tempo ainda.

"Mesmo depois que descobrirem a vacina, até ela ser fabricada e distribuída... Acho que vamos usar máscaras por mais quatro ou cinco meses, depois que formos liberados da quarentena. E eu irei cumprir por mim e por terceiros, certamente", disse ele.

Apesar do lado pessimista, Ramos fez questão de evidenciar seu lado patriota no que diz respeito à política. Segundo ele, a democracia ainda é o maior bem do país, e o povo deve continuar lutando por ela apesar das atuais diversidades.

"O cidadão Tony Ramos é o pai, o avô, o trabalhador, o homem que nunca deixou de acreditar no país, torce por ele, pela democracia. E fica triste quando vê nos jornais pessoas se odiando, não respeitando opiniões alheias. Mas vejo com otimismo", afirmou o intérprete.

"Temos que respeitar a democracia, acreditar no voto. O cidadão Tony Ramos está sempre atento à democracia, à liberdade absoluta que permita a qualquer cidadão andar, ir e vir e, principalmente, acreditar. Eu creio neste país o tempo inteiro, incorrigivelmente", encerrou.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?