Dificuldades

Sem emprego e sem comida: Sete famosos que passaram muito perrengue na vida

Reprodução/TV Globo

Ana Maria Braga no Conversa com Bial em junho deste ano, quando falou das dificuldades que já enfrentou - Reprodução/TV Globo

Ana Maria Braga no Conversa com Bial em junho deste ano, quando falou das dificuldades que já enfrentou

REDAÇÃO - Publicado em 01/08/2019, às 04h59 - Atualizado às 05h00

O apresentador João Kleber confessou recentemente que já passou por sérias dificuldades antes de ficar famoso. Ele revelou que chegou a morar na rua e a dormir na areia da praia, no Rio de Janeiro, no início de sua carreira. Além dele, outras celebridades da TV passaram por perrengues financeiros que seus fãs nem imaginam.

Ana Maria Braga, por exemplo, já ficou desempregada e teve de cortar muitos gastos para conseguir manter o sustento de sua casa. Ela até media o papel higiênico para saber quanto tempo cada rolo iria durar.

Já o ator Klebber Toledo tentou ser jogador de vôlei profissional na adolescência e teve de se virar para sobreviver. Fez vários bicos, chegou a passar fome e a guardar seus alimentos trancados para não ser roubado.

Veja sete famosos que já passaram por muitas dificuldades e perrengues:

reprodução/instagram

Thaila Ayala teve infância e adolescência bastante conturbadas e chegou a fugir de casa


Thaila Ayala

Hoje Thaila Ayala adora ostentar viagens, festas e looks no Instagram, mas sua infância e juventude foram difíceis. Ela contou em um post no Instagram, no último dia 3, que cresceu na roça, brincou em lixão e fugiu de casa aos 15 anos para realizar o sonho de ser atriz. Quando ela tinha 17, seu pai se matou. Na adolescência, Thayla tentou a carreira de modelo em São Paulo e passou dificuldades financeiras.

"Como minha amiga tinha um parente que morava em uma favela em Diadema, fomos para lá. Fiquei um mês, e foi uma época bem ruim, pensei até em desistir. Quando o dinheiro começou a acabar, eu não tinha como comprar o que comer, a minha amiga dividia as coisas dela comigo. A partir daí, passei a colocar prazo para as coisas acontecerem. E elas começaram a acontecer", contou ela à revista Marie Claire. Thaila estreou na Globo em 2007, como protagonista de Malhação.

reprodução/tv globo

Ana Maria Braga se emocionou no Conversa com Bial e contou detalhes de seu passado


Ana Maria Braga

Muito antes de comandar o Mais Você e faturar milhões por ano, Ana Maria Braga era executiva na Editora Abril. Ela foi demitida inesperadamente e teve uma queda brusca em seu nível de vida. Passou perrengues para sustentar a família.

"Era aniversário do pai dos meus filhos, e a gente estava comemorando mal e porcamente com um bolinho. Eu media papel higiênico na época para saber quanto ia durar", lembrou em entrevista ao Conversa com Bial, em junho deste ano.

A vida de Ana Maria só mudou quando um antigo amigo lhe ligou, oferecendo o trabalho de apresentadora de um programa feminino na Record, que veio a se tornar o Note e Anote.

reprodução/tv globo

Antes de ser ator, Klebber Toledo tentou ser jogador profissional de vôlei, mas sofreu bastante


Klebber Toledo

Antes de ser ator, Klebber Toledo tinha o sonho de ser jogador de vôlei. Saiu do sítio de seus pais no interior de São Paulo, aos 15 anos, para praticar o esporte na capital paulista. A empreitada não foi fácil, e ele tinha que manter sua comida trancada para garantir as refeições.

"O pessoal olha para mim e acha que tenho carinha de playboy, mas passei por muita coisa. Não ganhava quase nada para jogar, passei fome, fiz bico em vários lugares para me manter. Quando fui morar em São Paulo, dividia apartamento e, como todo mundo passava necessidade, guardava comida com cadeado para os outros não pegarem", lembrou ele em entrevista ao jornal O Globo, em 2013. 

Toledo deixou a carreira no vôlei para se tornar modelo e, depois disso, participou da Oficina de Atores da Globo. Só então começou a trabalhar na TV.

divulgação/tv globo

A atriz Cristiane Amorim já passou fome e fez vários trabalhos diferentes para se sustentar


Cristiane Amorim

No ar em Órfãos da Terra como a personagem Santinha, a atriz Cristiane Amorim não teve vida fácil quando se mudou de Salvador para o Rio de Janeiro. 

"Era uma fase difícil. Já tive de comer um pão de manhã porque tinha de guardar o outro para comer à noite. De comer arroz e feijão e não ter carne durante alguns meses. Mas isso foi por eu ter escolhido vir para o Rio. Por sair de Salvador, de um mercado onde eu já trabalhava, me sustentava como atriz. Tive que vir para cá tentar crescer na carreira. Quando se chega em outra cidade e você não é ninguém, fica meio sem valor", contou ela em entrevista ao UOL. 

"Trabalhei na loja do amigo de um amigo. Também trabalhei no bar de uma amiga, fui pesquisadora... Sempre ganhava muito pouco, só para pagar um quarto em Copacabana e comida. Passei por essa dificuldade com orgulho, sou determinada. Faço qualquer coisa para investir na carreira", afirmou.

reprodução/tv globo

Simone e Simaria se emocionam até hoje quando se lembram da infância difícil que tiveram


Simone e Simaria

As irmãs sertanejas passaram por muitos momentos dramáticos na vida. Na infância, elas viveram numa violenta comunidade de garimpeiros, onde o pai delas foi assassinado e enterrado como indigente. Até hoje as cantoras gostariam de encontrar o corpo para dar a ele um enterro digno.

Simone e Simaria também trabalharam quando crianças para ajudar no sustento da casa. "Morávamos em barraco de madeira e também barraco de lona. Vinha a chuva e a gente perdia tudo”, contou Simone no Tamanho Família do último dia 21.

"Foram várias doenças, fome e frio. Trabalhávamos e ganhávamos 30 reais por semana", lembrou Simaria. "Passamos por coisas horríveis. A gente já sofreu muito na vida. Mas que isso sirva de exemplo para todos. Não desistam dos seus sonhos", completou Simone no programa de Márcio Garcia.

reprodução/tv globo

Elizângela passou por momentos muito difíceis entre o fim dos anos 1980 e começo dos 1990


Elizângela

Após deixar a Globo para ir para a Manchete, nos anos 1980, Elizângela ficou numa situação delicada. Sem emprego, sem dinheiro e prejudicada pelas medidas econômicas tomadas durante o governo de Fernando Collor de Mello no início dos anos 1990, ela teve de fazer mudanças drásticas.

"Nada mais aconteceu para mim, nem na Manchete nem na Globo. Foi muito duro, uma fase negra. Nessa época, produzi um espetáculo, e a peça foi bem até o ex-presidente Collor fazer o confisco [da poupança]. Perdi tudo. Tive que pedir à minha filha para ela ir morar com o pai, porque acho que se passa fome sozinha, mas com filho não dá", contou a atriz em depoimento à revista Quem, em 2008.

Elizângela só conseguiu voltar a trabalhar na TV em 1992: ela pediu um papel para diretores da Globo e foi escalada para Pedra Sobre Pedra.

reprodução/instagram

O ator Mauricio Destri morou de favor e ficou sem dinheiro para comer até entrar na Globo


Mauricio Destri

O jovem galã, que teve papéis de destaque em novelas como I Love Paraisópolis (2015) e Orgulho e Paixão (2018), foi a São Paulo sozinho para tentar a carreira de ator. Teve de morar de favor e fazer vários bicos para não passar fome.

"Nos primeiros meses, morei com meu tio, depois tive que me jogar no mundão. Fui viver num pensionato. Para me sustentar, entreguei panfletos, fui pesquisador, garçom. Tive momentos difíceis, sem grana para comer. Quis voltar para casa, mas tinha uma esperança absurda. Liguei para um professor e falei que não tinha para onde ir. Fiquei na casa dele durante oito meses. E entendi que fazia parte de mim atuar, mas para isso era preciso comer, ter casa", contou ao jornal Extra, em 2011.

Destri arrumou um emprego como garçom e foi visto pelo produtor de elenco Luciano Rabello, que o convidou para fazer um teste para Cordel Encantado (2011). A partir daí, conseguiu mostrar seu trabalho na TV.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook