Lidi Lisboa

Protagonista de Jezabel reclama em evento da Record e é acusada de estrelismo

Francisco Cepeda/Agnews

A atriz Lidi Lisboa durante a apresentação da macrossérie Jezabel, da Record, na terça-feira (16) - Francisco Cepeda/Agnews

A atriz Lidi Lisboa durante a apresentação da macrossérie Jezabel, da Record, na terça-feira (16)

REDAÇÃO - Publicado em 17/04/2019, às 05h39

Lidi Lisboa, a protagonista de Jezabel, era a atriz mais procurada pela imprensa durante o evento de apresentação da macrossérie da Record, na terça (16), mas não deu o retorno que os profissionais esperavam. Lidi parecia estar de má vontade e cansada de lidar com jornalistas, da primeira à última entrevista. Essa é sua estreia como protagonista na televisão, e muitos repórteres acharam que ela estava "estrela" demais.

A divulgação de Jezabel ocorreu como todos os outros eventos de novelas e séries da Record: primeiro há uma entrevista coletiva para apresentar a produção e os detalhes dos bastidores; depois, os atores ficam disponíveis para falar com jornalistas.

Lidi começou atendendo repórteres de TV, e as primeiras profissionais a entrevistá-la estavam irritadas no fim do evento. Diziam que a atriz não havia dado boas respostas, com frases curtas e sem empolgação. Uma das jornalistas chegou a falar que achou a protagonista "um nojo".

A atriz não deixou de atender às equipes das emissoras, mas entre um vídeo e outro reclamava que queria água e que ainda teria de gravar cenas depois daquele evento (ela não seria a única do elenco que ainda teria de trabalhar após o encerramento). Um repórter reclamou do tom de grosseria da atriz em seu vídeo.

Depois de falar com as emissoras afiliadas da Record de outros Estados, os jornalistas de veículos impressos e online se aproximaram dela, mas Lidi não quis falar nada antes de dar uma pausa. Ela saiu do estúdio para fumar, e uma jornalista pediu para uma assessora trazê-la de volta assim que possível --pelo jeito impaciente da atriz, havia o receio de que ela não voltasse mais.

Lidi retornou ao estúdio para dar a última entrevista, mas perdeu a chance de divulgar bem e defender sua personagem. Quando perguntada sobre o fato de estar no ar ao mesmo tempo na Record e na Globo, com uma participação em Se Eu Fechar Os Olhos Agora, ela disse: "Não sei, está tudo muito recente, vamos ver como vai ser isso aí".

Ao ser questionada sobre uma possibilidade de redenção da personagem, que é uma grande vilã, cruel, que nega o Deus de Israel e comete atrocidades contra o povo, a atriz falou apenas: "Tudo pode acontecer". 

Ao término do evento, a maioria dos repórteres reclamava que as entrevistas não haviam rendido material suficiente para uma protagonista, que na teoria mereceria destaque nos veículos. Houve quem destacasse também que o jeito pouco simpático de Lidi já é conhecido há anos e que na coletiva de Escrava Mãe (2016) uma assessora desaconselhou os jornalistas a tentarem entrevistas com ela.

O evento de Jezabel foi realizado no Polo Cinematográfico de Paulínia, interior de São Paulo, onde as gravações da macrossérie são feitas. Na volta a São Paulo, profissionais da Record se desculparam pelo comportamento da atriz e possíveis contratempos. A macrossérie bíblica estreia na emissora na próxima terça (23).

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook