Segunda Chamada

Professor em série da Globo, Caio Blat defende educação sexual e política nas escolas

Estevam Avellar/TV Globo

O ator Caio Blat interpreta um professor na série Segunda Chamada, que estreia na Globo em outubro - Estevam Avellar/TV Globo

O ator Caio Blat interpreta um professor na série Segunda Chamada, que estreia na Globo em outubro

FERNANDA LOPES - Publicado em 26/08/2019, às 04h56

Caio Blat se sente indignado e frustrado com a situação da educação pública no Brasil. O ator de 39 anos interpreta um professor na série Segunda Chamada, que estreia em outubro na Globo, e defende que os professores tenham total liberdade e autonomia dentro da sala de aula. Para Blat, aulas politizadas são grande fonte de aprendizado para o aluno.

"Em um momento tão dramático como esse, de censurar à liberdade dos professores, sugerir que os alunos têm que vigiar ou denunciar professores, eu penso o contrário. Professor tem de receber todo o apoio e toda a liberdade pra debater qualquer tema que achar pertinente. Política tem de ser falada em sala de aula, educação sexual tem de ser falada dentro de aula. A gente tem sempre que lutar por isso, pela liberdade de imprensa, de pensamento", opina o ator.

A série Segunda Chamada mostra o cotidiano de uma escola que funciona na modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos), no turno da noite. Conflitos e dramas de professores e alunos são explorados. Blat interpreta Paulo, um professor de Literatura que tem um envolvimento romântico com um aluno. 

Muito antes de fazer esse papel, ele já deu aula na TV, de forma totalmente diferente. Caio Blat participou de vários episódios do Telecurso 2000, um sistema de educação à distância da Fundação Roberto Marinho que consistia em teleaulas de assuntos do Ensino Médio e dos últimos anos do Ensino Fundamental.

"Sempre dei aula de teatro, sempre achei que a educação é a força mais transformadora que existe, a única força capaz de transformar a vida das pessoas. Durante muitos anos eu trabalhei com o Telecurso, e uma das coisas mais emocionantes é quando as pessoas vêm me dizer que se formaram através desse meu trabalho", conta o ator.

"Também apresentei programa durante vários anos no canal Futura. Então acho que essa busca de estar trabalhando com algo relacionado à educação sempre foi muito importante pra mim", reflete. 

Caio Blat vem de uma sequência de trabalhos muito diferentes na Globo: só no ano passado, ele atuou em Deus Salve o Rei, O Sétimo Guardião, Carcereiros e no especial de fim de ano O Natal Perfeito. Agora, em Segunda Chamada, está se divertindo ao falar de Literatura em cena e elogia a produção.

"Fazer um professor de Literatura é uma honra, pude falar de Modernismo, de autores que eu gosto, pude ler um pouco. A série é um luxo, as histórias contadas são muito comoventes. Pra mim é um produto da mais alta qualidade. É um dos trabalhos mais delicados e cuidadosos que eu fiz na Globo", promete.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve passar após Fina Estampa?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook