BLASFÊMIA?

Padre defende jurado do MasterChef após foto com freiras: 'Ele já se desculpou'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM/TV GLOBO

Henrique Fogaça em foto controversa e padre Juarez no Conversa com Bial; religioso defendeu o chef - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM/TV GLOBO

Henrique Fogaça em foto controversa e padre Juarez no Conversa com Bial; religioso defendeu o chef

REDAÇÃO - Publicado em 04/07/2019, às 17h22

Após ser criticado pelo padre Fábio de Melo por publicar uma foto controversa, o jurado do MasterChef Henrique Fogaça recebeu o apoio de outro religioso, o padre Juarez de Castro. No vídeo Uma Tempestade em Copo d'Água, publicado em seu canal do YouTube nesta quinta-feira (4), Castro disse que, apesar do ato de mau gosto, o cozinheiro não merecia ser apedrejado. "Ele já se desculpou", defendeu o católico.

Padre Juarez ainda ressaltou que estava indignado com os "cristãos" que julgaram e criticaram o chef. "Vejo que estão falando que ele tem que ser queimado na fogueira, que tem que ser demitido da emissora. Que inquisição é essa?", perguntou. "Todo mundo quer andar de carona nessa história, querendo aparecer", alfinetou. 

O religioso também alegou que o cozinheiro de 45 anos foi imaturo. "Foi uma bobagem de adolescente, coitado", completou padre Juarez. Ele terminou dizendo que Fogaça não merece o linchamento que está recebendo. "Um episódio desse vai tirar todo o talento do rapaz?", questionou.

Em sua conta oficial do Twitter, Henrique Fogaça replicou o vídeo do padre Juarez e agradeceu pela mensagem. "Muito obrigado pelas suas palavras e compreensão, padre Juarez. Que Deus te abençoe", escreveu o jurado.

Na quarta-feira (3), a Band anunciou que vai analisar uma punição para o funcionário. De acordo com a emissora, "ainda que referidas manifestações tenham ocorrido fora da programação e no âmbito da vida pessoal, a Band irá analisar o caso, com profundidade, depois de ouvi-lo", disse, em nota.

Confira o vídeo em que padre Juarez defende o chef Henrique Fogaça: 

Veja o agradecimento do chef pelo apoio:

A foto com freiras

Na imagem polêmica, Henrique Fogaça aparece ao lado de duas freiras, usando uma camiseta com duas mulheres que vestem um hábito se beijando. O cozinheiro publicou a imagem em seu Instagram na sexta-feira (28), com a legenda: "Pedindo a bênção. Orai por nós, Prega per noi, Pray for us". Ele ainda usou hashtags "blasfêmia", "o choro é livre" e "fuck hipocrisia".

O funcionário da Band foi criticado por parte de seus seguidores e pelo padre Fábio de Melo, que, no domingo (30), condenou a atitude de Fogaça. "Usar a imagem de duas pessoas que lhe dedicaram gentileza, expondo-as ao ridículo, colocando-as como coadjuvantes de seu protesto, está longe de ser uma atitude de 'pessoa do bem'", condenou o religioso, em publicação feita no Twitter.

Fogaça apagou o post e publicou um vídeo nos Stories do Instagram dando explicações. "Essas duas freiras brasileiras vieram falar comigo e conversamos um pouco, elas disseram que me assistem na televisão. Não sou racista e nem preconceituoso. Tenho valores, educação, sou trabalhador. Sou uma pessoa do bem", justificou o cozinheiro.

O jurado também se desculpou no Twitter na segunda (1º). "Gostaria de me retratar a vocês sobre a foto que eu pus no Instagram, e pedir desculpas à toda Igreja Católica e aos cristãos. Para quem não sabe, fui batizado na igreja, assim como toda a minha família. Essa foto causou uma polêmica muito forte", disse o chef responsável pelos restaurantes Sal Gastronomia, Cão Veio, Jamile e Sal Grosso.

Fogaça ainda explicou que estava na rua após deixar o Vaticano quando foi tietado por duas freiras brasileiras. "Me reconheceram. Vieram muito simpáticas e tiramos a foto. Eu acabei postando. Foi uma infelicidade minha porque eu vejo as pessoas me atacando de uma forma brutal. Eu queria que vocês soubessem que eu não tive intenção nenhuma de ofender pessoas da forma como estão achando", acrescentou o jurado do reality da Band.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook