Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MARCOS MANZANO

Morre fundador do Clube das Mulheres que levou striptease para novela da Globo

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Marcos Manzano em cena de De Corpo e Alma (1992), na Globo

Marcos Manzano em cena de De Corpo e Alma (1992), na Globo; empresário inspirou trama de Gloria Perez

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 13/11/2020 - 19h16
Atualizado em 13/11/2020 - 23h52

Marcos Manzano, fundador do Clube das Mulheres que levou o striptease para a novela De Corpo e Alma (1992), da Globo, morreu na tarde desta sexta-feira (13). Ele tinha 61 anos. Informações sobre o velório e enterro serão divulgadas pela equipe do artista, que publicou, inicialmente, uma nota de falecimento.

"É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do sócio e apresentador Marcos Manzano, ocorrido hoje, 13/11/2020, no início da tarde. O Clube das Mulheres expressa condolências a todos os seus familiares, fãs e amigos", diz o comunicado.

Domênico Gatto, apresentador do Estádio 97, na rádio Energia 97, de São Paulo, noticiou a morte do colega ao vivo no programa desta sexta-feira. "Fiquei triste com uma notícia que chegou. Esse cara era um parceiro, um amigo que a gente acabou de perder. O Marcos Manzano, fundador do Clube das Mulheres, faleceu. Foi fazer uma cirurgia no coração e a coisa complicou. Meus sentimentos a todos os familiares", noticiou.

"O Manzano, a gente se conheceu em 1994 quando eu tinha um programa na rádio que chamava Clube das Mulheres, e ele fazia todas as vinhetas para mim. A gente acabou ficando muito amigo. Uma notícia triste, que chegou aqui agora", lamentou.

Manzano foi modelo durante sua adolescência, o que o levou também para a dramaturgia. Como ator, trabalhou em Vale Tudo (1988), ao lado de Glória Pires e Carlos Alberto Riccelli. 

Em 1990, inspirado em empreendimentos semelhantes nos Estados Unidos, o empresário abriu o Clube das Mulheres, em São Paulo. O show artístico com striptease masculino ficou nacionalmente conhecido ao ser retratado na novela De Corpo de Alma, de Gloria Perez, em 1992.

Carlos Alberto Riccelli, Gloria Pires e Marcos Manzano em Vale Tudo (Reprodução/Instagram)

No folhetim, o personagem Juca, interpretado por Victor Fasano, era um dos dançarinos que ganhavam dinheiro trabalhando no Clube das Mulheres. No enredo, Stella, personagem de Beatriz Segall, se relacionava com os rapazes do espetáculo, e Juca era um deles.

Em entrevista para o programa The Noite, do SBT, Manzano declarou que a autora da novela frequentou seu Clube das Mulheres durante seis meses, em um verdadeiro trabalho de imersão para escrever De Corpo e Alma.

Veja cena de De Corpo e Alma com Marcos Manzano:

Veja publicação do Clube das Mulheres sobre Marcos Manzano:


Confira declaração do radialista Domênico Gatto na rádio Energia 97:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?