Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ACUSAÇÕES DE ASSÉDIO

Marcelo Adnet apoia mulheres que denunciaram Melhem: 'Solidariedade'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O humorista Marcelo Adnet olha para a esquerda durante participação no Encontro com Fátima Bernardes

O humorista Marcelo Adnet; ator prestou solidariedade a mulheres que acusam Melhem de assédio

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 24/10/2020 - 19h35

Marcelo Adnet usou as redes sociais para demonstrar o seu apoio às mulheres que denunciaram Marcius Melhem por assédio sexual. O comediante é acusado de tentar agarrar e beijar atrizes durante a sua chefia no departamento de Humor da Globo, entre 2018 e 2019 --ele nega as acusações e afirma que deixou a Globo "pela porta da frente".

"Sobre a matéria de Mônica Bergamo na Folha de São Paulo: todo meu apoio e solidariedade às vítimas", escreveu Adnet, que trabalhou com Melhem em projetos como Tá no Ar: A TV na TV (2014-2019).

As denúncias foram reveladas na tarde deste sábado (24) pela advogada Mayra Cotta, responsável pela defesa das funcionárias. ""São seis vítimas de assédio sexual e seis testemunhas. Há vítimas de assédio moral. E há um grupo de apoio a elas, de mais de 30 pessoas", confidenciou.

Marcius também é acusado de usar o seu poder para impedir atrizes de aceitar outros projetos, como uma forma de perseguição. Ele também teria atacado algumas fisicamente. "De agarrar, de as colocar contra a parede, tentar beijar à força. Isso é bastante violento", complementou a profissional.

Melhem negou as acusações em uma publicação no Twitter. "Eu coloco à disposição toda minha comunicação que tenho arquivada, com qualquer pessoa que tenha trabalhado ou se relacionado comigo nesses anos. Peço que apurem a verdade e não apoiem mentiras", disse.

Ele ressaltou que jamais praticou alguma violência, especialmente contra mulheres. "Até hoje fiquei calado porque as acusações não apareceram aqui fora. No compliance da Rede Globo, tudo foi apurado e investigado rigorosamente. Saí pela porta da frente da emissora que trabalhei por 17 anos", continuou o fluminense.

Confira a publicação de Marcelo Adnet nas redes sociais: 

Veja a defesa de Marcius Melhem em seu Twitter: 


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?