MARIA DO CÉU

Mãe de Gugu revela detalhes do último encontro com apresentador e mágoa com Rose

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Print de vídeo em que o apresentador Gugu Liberato aparece com Maria do Céu, sua mãe; registro publicado nas redes sociais em 2019

Gugu Liberato com Maria do Céu, em vídeo publicado no Instagram; mãe do apresentador quebrou o silêncio

REDAÇÃO - Publicado em 31/01/2020, às 15h07

A mãe de Gugu Liberato (1969-2019) revelou detalhes do último encontro que teve com o apresentador, morto em novembro do ano passado após sofrer um acidente doméstico. Maria do Céu também desabafou sobre a mágoa que sente por Rose Miriam di Matteo, que deu luz aos três filhos do titular do Canta Comigo.

Em uma entrevista à revista Veja, cuja edição semanal foi publicada nesta sexta-feira (31), Maria contou do dia que o filho caçula avisou que viajaria para sua casa nos Estados Unidos. "Ele foi até o quarto e ficou horas e horas conversando comigo. Daí ele me contou que iria sair às seis da manhã. Mesmo assim, eu pedi para [ele] vir se despedir. Ele foi e me beijou muito", relatou.

"Na saída, já na porta, eu o chamei novamente, e ele voltou para me abraçar. Ele não tinha pressa, parecia estar adivinhando", completou a idosa de 90 anos. Na ocasião, ela pediu para que o filho ligasse quando chegasse na casa. "Deu a hora em que ele já teria desembarcado, e nada. Liguei para a minha filha e disse que o Toninho não tinha ligado. 'Será que o avião caiu?', perguntei. Meu filho viajou e nunca mais voltou", relembrou ela, chorando.

Maria do Céu foi avisada do acidente de Gugu pela filha Aparecida Liberato. "Fomos direto ao aeroporto, eu embarquei com a roupa que estava vestindo. A confirmação da morte foi no hospital. Não gosto de pensar nesse exato momento", afirmou. 

Questionada sobre a relação com os netos, a avó de João, Marina e Sofia deixou claro que fala com eles regularmente, mas não escondeu sua mágoa de Rose. A médica entrou na Justiça com um pedido de anulação do testamento de Liberato, já que o apresentador a excluiu do documento. 

Segundo a vontade de Gugu descrita em seu testamento, 75% do patrimônio, que pode chegar a R$ 1 bilhão, deveria ser dividido entre os três filhos. Os outros 25% seriam repartidos entre os cinco sobrinhos. Maria do Céu, de 90 anos deve receber uma pensão vitalícia de R$ 163 mil por mês.

"A gente era uma família muito feliz. Nunca vou perdoar a Rose por ter mentido para mim, dizendo que iria fazer um retiro religioso enquanto largou meus netos sozinhos nos Estados Unidos para vir ao Brasil armar essa briga", disparou a idosa. 

Sobre o velório, Maria declarou que ficou impressionada com a comoção dos fãs. "Não sabíamos o tamanho do meu filho. Acho que nem ele. A comoção foi muito grande. O governador de São Paulo, João Doria, se ajoelhou aos meus pés. Ganhei santos, rosários. Esse amor recebido por muitos, conhecidos e desconhecidos, me ajuda", avaliou a matriarca. 

Ainda na entrevista, a mãe de Gugu disse que chora escondida dos outros filhos. "Tenho muitas saudades. À casa dele, fui apenas uma vez depois do acidente porque não tive mais coragem. A sensação de chegar e não o encontrar deixa um vazio ainda maior. Rezo muito, o tempo todo. Lá do céu, o Toninho está olhando por mim", finalizou.  

reprodução/instagram

Rose Miriam com Gugu, João, Marina e Sofia, em foto publicada no Insagram: briga judicial


O lado de Rose

A revista Veja também entrevisou Rose Miriam di Matteo, que explicou os motivos de ter entrado com uma ação de reconhecimento de união estável com Gugu Liberato. "Tenho esse direito, não vou viver de migalhas. Vou tirar meu sustento do que me pertence", declarou a parceira do apresentador. 

A família Liberato alega que a médica era só uma amiga com quem o ícone da TV brasileira decidiu ter filhos e, por isso, não tem direito a nada. Ela só ficou sabendo que estava excluída do testamento na leitura do documento, cerca de uma hora após o sepultamento de Gugu. 

"Eu estava lesada e muito abalada, nem sei o que senti. Fui sentir revolta depois", declarou Rose, de 56 anos. Ela disse que o documento foi feito em 2011, durante uma crise no relacionamento com o funcionário da Record. "Tive depressão e TOC [Transtorno Obsessivo Compulsivo] naquele ano, fiquei internada. Se assinei algum papel no hospital, não dispunha de condições físicas. Agora, depois disso, eu e Gugu voltamos a ficar bem", defendeu ela. 

Rose Miriam ainda declarou que o filho mais velho, João, de 18 anos, está sofrendo alienação parental da tia Aparecida. A irmã de Gugu, inclusive, foi colocada como responsável pela guarda dos adolescentes e pelo espólio do apresentador. 

"A Aparecida liga todo dia fazendo um terror na cabeça dele [João] e diz que quero tirar dinheiro dos meus filhos. É um transtorno. Fiz um testamento e uma declaração em cartório assegurando que tudo o que é meu irá para os meus filhos", disse. Questionada sobre como a viúva se vê daqui um ano, Rose disse que espera estar em harmonia com os herdeiros e que "esse pesadelo tenha acabado". 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook