Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

REDENÇÃO

Kim Kardashian se revolta com execução de presidiário que tentou salvar da morte

Reprodução/Instagram

Kim Kardashian, morena, de cabelo chanel e blusa de seda em tom terroso

Kim Kardashian em foto do Instagram; ela lutou para que um condenado não fosse executado

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 11/12/2020 - 10h10

Kim Kardashian se revoltou na madrugada desta sexta-feira (11) após tomar conhecimento da execução de Brandon Bernard, um homem de 40 anos que foi condenado por assassinato aos 18. Formada em Direito, a socialite cuidava do caso com mais um time de advogados. Apesar de ela tentar de tudo para deixar o rapaz cumprir a pena na penitenciária, ele foi levado para o corredor da morte em uma prisão em Terre Haute, Indiana, nos Estados Unidos.

A musa do reality show Keeping Up With the Kardashians revelou que teve uma ligação final devastadora com Brandon. Ela fez um desabafo nas redes sociais uma hora antes da execução do homem.

"Acabei de falar com Brandon pelo que provavelmente será a última vez. A ligação mais difícil que já recebi. Brandon, altruísta como sempre, estava focado em sua família e se certificando de que eles estavam bem. Ele me disse para não chorar porque nossa luta não acabou", escreveu ela.

"Quando ele me disse que é claustrofóbico, e eles se ofereceram para lhe dar uma injeção de sedativo para acalmá-lo antes de colocá-lo na cadeira, e ele simplesmente não queria entrar em pânico, eu literalmente perdi a cabeça. Tive que silenciar meu telefone para que ele não me ouvisse chorar daquele jeito. Não dissemos adeus porque queríamos ter esperança de que conversaríamos novamente", completou a empresária.

Brandon Bernard foi condenado pelo assassinato de Todd e Stacie Bagley em junho de 1999. O rapaz fazia parte de um grupo de cinco adolescentes que forçaram as vítimas a entrar na traseira de um carro no Texas. Christopher Vialva, de 19 anos, atirou nos dois. Após a morte deles, Bernard incendiou o carro.

Kim Kardashian e os advogados de defesa de Bernard argumentaram que ambos provavelmente morreram antes que o carro pegasse fogo. Entretanto, o governo argumentou que havia evidências de fuligem nos pulmões de Stacie. A defesa também alegou que Bernard tinha medo de Vialva e seguia suas ordens.

Além disso, os outros envolvidos no crime não receberam uma sentença tão dura porque eram mais jovens. Por conta disso, a socialite argumentou que a sentença de Bernard deveria ser aplicada como prisão perpétua, e não execução.

O desespero de Kim foi tão grande que ela apelou por ajuda a Donald Trump, atual presidente dos Estados Unidos, para conceder a Brandon uma mudança de sentença.

Durante toda a semana, a mulher de Kanye West fez publicações pedindo pela vida do condenado.

"Brandon Bernard, um pai de 40 anos, vai ser executado amanhã pelo nosso governo federal. Tendo conhecido Brandon, estou de coração partido com esta execução. Estou ligando para o Donald Trump para conceder Brandon uma comutação e permitir que ele cumpra sua pena na prisão. Na maioria das vezes as execuções acontecem, em nossos nomes, sem muita atenção dada a eles. Isso é inaceitável. Pelas próximas 24 horas, tuitarei sobre Brandon e seu caso e por que sua vida deveria ser poupada", comentou.

Kim ainda pontuou os motivos pelo qual o rapaz não deveria ser executado: "1. Ele tinha 18 anos na época. 2. Ele não foi o atirador. 3. O promotor e cinco dos jurados agora apoiam a clemência. 4. Ele passou décadas na prisão sem escrever, ajudando jovens em situação de risco. 5. Há apoio bipartidário para sua comutação".

Confira abaixo a homenagem de Kim ao Bernard: 


Leia também

Web Stories

+
Power Couple Brasil 5 aposta em casais polêmicos e promete barraco e confusãoPereirão, Lurdes e Edilásia Sardinha: veja 7 mães marcantes das novelas brasileirasCaso Evandro e A Mulher na Janela chegam aos streamings; saiba maisPróximos filmes da Marvel têm Pantera Negra e Os Eternos; confira lista completaAplauso final: Despedida de Paulo Gustavo abala família, amigos e fãs

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou dos casais do Power Couple Brasil 5?